A história da eleição

A história da eleição

Por

O Brasil, por ser um país jovem, possui uma história bastante recente. Desde o século XVI são feitas eleições em nosso país, mas nem sempre as regras foram essas que conhecemos hoje. As formas como são aplicadas as eleições acompanharam a evolução da sociedade e passou por períodos de liberdade e repressão.

De 1822, data da Independência do Brasil, até 1889, Proclamação da República, o processo eleitoral brasileiro era extremamente corrupto e cheio de falhas. Os poderes moderador e executivo exerciam forte influência sobre um corpo eleitoral muito restrito.

Ainda durante a República, somente homens acima de 21 anos podiam votar, as mulheres conquistaram esse direito apenas em 1932. Hoje em dia, qualquer cidadão acima de 16 anos tem o direito de votar, até mesmo os analfabetos. A partir dos 18 anos, o voto passa a ser obrigatório.

Foi também em 1932 que o voto passou a ser secreto, mas por diversas vezes foi indireto, no Império, na República e no período militar.

Após a ditadura houve um movimento muito importante na história das eleições no Brasil, as Diretas Já, de caráter político-democrático e adesão de milhares de brasileiros.

O direito ao voto direto foi reconquistado apenas em 1989, após o restabelecimento da Constituição Brasileira.

Leia também! Assuntos relevantes