A descoberta de rio subterrâneo embaixo do Rio Amazonas

A descoberta de rio subterrâneo embaixo do Rio Amazonas

Por

O Estado brasileiro do Amazonas já é dono do maior rio do mundo em volume de água. Agora existe a possibilidade dele também ser dono do maior rio subterrâneo do planeta.

Pesquisadores do Observatório Nacional, no Rio de Janeiro, descobriram o rio subterrâneo com base em dados coletados em 241 poços muito profundos. As escavações foram feitas pela Petrobras em 1970 e 1980. O Rio foi chamado provisoriamente de Hamza. O nome homenageia o cientista responsável pela pesquisa.

Nesses dados coletados foi notada uma grande movimentação de águas subterrâneas numa profundidade de até 4 mil metros. Essa movimentação está situada sob as bacias dos rios Acre, Solimões, Amazonas, Marajó e Barreirinhas. Porém os pesquisadores acreditam que a dimensão do rio subterrâneo seja bem maior.

O rio subterrâneo corre de oeste para leste. Inicia na região do Acre e alcança as profundezas do mar na Foz do Amazonas. A vazão do rio subterrâneo é estimada em 3.090 m³/s. A largura do rio Hamza varia de duzentos a quatrocentos quilômetros.

Juliana Miranda - Equipe do GrupoEscolar.com

Leia também! Assuntos relevantes