A cultura dos povos de Núbia

A cultura dos povos de Núbia

Por

Antes de falarmos sobre a cultura dos povos de Núbia, devemos explicar que os núbios eram escravos que viviam na região entre o Egito e a África Subsaariana. Esse povo tinha cultura e línguas próprias.

Os núbios habitavam uma região repleta de riquezas, como o ouro e o marfim. Muitas tribos ocupavam a área próxima ao Vale do rio Nilo, no norte da África. O povo núbio é apontado como a mais antiga civilização negra da África. A história desse povo tem origens pré-históricas.

Em 3.100 a.C, a Núbia foi conquistada pelo Egito. Com isso, os faraós e as dinastias passaram a explorar os núbios como escravos. Eles aparecem nas gravuras do Egito Antigo, encontradas em palácios e tumbas.

No ano 2.000 a.C, a Núbia formou cidades importantes, como sua capital Kerma. A região teve um grande crescimento econômico.

A cultura dos povos de Núbia guardava tradições importantes, como o hábito de construir túmulos em forma de pirâmides. Esse povo também tinha uma escrita própria, que está marcada até os dias de hoje nas pirâmides de El Kurru, Nuri e Meró, na região do Sudão.

O Egito teve vários faraós núbios, líderes negros que unificaram e fortaleceram o império. Os núbios foram os responsáveis por várias maravilhas arquitetônicas do Egito, principalmente as que se localizavam nas proximidades do Rio Nilo.

Os núbios deixaram uma marca importante na cultura do povo do Egito. Na cultura dos povos de Núbia, o artesanato, os animais e as tradições são muito relevantes.

Uma das tradições mais antigas, e que ainda é mantida em Núbia, é a hora do chá. Hoje, Núbia é uma nação com vários sítios arqueológicos, com um povo ancestral e com muita história preservada.

Leia também! Assuntos relevantes