Biologia

Por que o uso de antibióticos é restrito em humanos e banalizado na pecuária industrial?

Os antibióticos foram uma das mais importantes descobertas da História da humanidade. Podem ser naturais e sintéticos e começaram a ser usados em humanos a partir de 1940. Sua função é inibir o crescimento ou matar colônias de bactérias. Seu uso tem proporcionado o tratamento de diversas doenças ao longo do tempo.

Mas, as bactérias, como seres vivos, criam mecanismos de defesa que as tornam imunes aos antibióticos, esse processo é lento e natural, porém vem sendo acelerado ao longo dos anos criando populações de superbactérias e superfungos que colocam nossa saúde em risco.

O uso dessas substâncias por humanos é controlada e deve ser feito sob prescrição médica. O problema é que sua ingestão incorreta torna as bactérias resistentes, já que pode acontecer de o médico não passar a dosagem exata ou o paciente não consumir o medicamento da forma especificada. O resultado disso é a morte das bactérias sensíveis, mas, aquelas que desenvolvem resistência continuam no organismo e atacam em momentos de baixa imunidade, como por exemplo, depois de um acidente em que a pessoa precisa se internar em um hospital.

Entretanto, a maior causa do aumento da resistência das bactérias está na pecuária, onde o uso de antibióticos é feito sem nenhum controle. Criadores usam os medicamentos para tratar infecções, mas também fazem aplicações em animais saudáveis como forma de prevenir futuras doenças e estimular o crescimento. Depois, ao consumirmos esses alimentos, podemos entrar em contato com uma superbactéria. Esse problema tem preocupado estudiosos que afirmam que esse tipo de infecção irá matar mais que o câncer até 2050.

criacao de porcos

Os perigos da superbactéria MRSA

Uma superbactéria bem conhecida e que causa uma pneumonia letal é chamada de MRSA. Essa bactéria é comum em hospitais e forma suas colônias na pele, o que por si só não deixa a pessoa doente, mas, em caso de lesões, ela pode penetrar no organismo causando infecções severas, sobretudo quando o paciente está com um baixo nível imunológico. Essa bactéria pode ser tratada com antibióticos potentes: Vancomicina, Linezolida e Teicoplanina. Infelizmente, vários hospitais já se depararam com casos em que a MRSA desenvolveu resistência a esses medicamentos, aumentando sua letalidade.

Perigos do Superfungo

No Brasil, um superfungo conhecido como Candida Auris mata 39% dos contaminados. Esse microrganismo está presente no ambiente hospitalar e pode colonizar equipamentos, instrumentos e pessoas internadas. Assim como as bactérias, esse fungo não apresenta grande risco a pessoas saudáveis, mas ocupantes de UTI e outros casos graves podem sofrer com o Candida Auris devido à baixa imunidade. E, o que mais preocupa os profissionais de saúde, é que ele apresenta resistência à maioria das substâncias usadas na tentativa de eliminá-lo, sem contar que sua detecção depende de uma tecnologia complexa e cara que não está disponível na maior parte dos hospitais.

Novo vírus é encontrado em porcos na China

Outros agentes infeciosos também geram preocupação ao redor do mundo. Recentemente, na China, um novo vírus do tipo Influenza A, parecido com o que causou a epidemia em 2009, foi detectado em criações de porcos, e há registros de transmissão de porcos para humanos, mas não entre pessoas. O que aumenta a preocupação é que esse agente tem como núcleo o vírus da gripe aviária, ao qual os humanos não têm imunidade. Para tentar barrar uma infecção em massa milhares de animais foram abatidos.

porco criacao china

Encontrar vírus similares aos da gripe em porcos é comum, muitas vezes é possível controlá-los, mas a preocupação com uma nova pandemia sempre existe, ainda mais com a situação que temos vivenciado com a Covid-19, doença que também teve início na China. Resta esperar das autoridades medidas enérgicas para o controle da saúde dos animais, evitando que alguma perigosa doença volte a assolar o mundo.

REFERÊNCIAS

KOSACHENCO, Camila. Mau uso de antibióticos em humanos e animais: por que as bactérias estão mais fortes? GZH vida, 2017. Disponível em: https://gauchazh.clicrbs.com.br/saude/vida/noticia/2017/09/mau-uso-de-antibioticos-em-humanos-e-animais-por-que-as-bacterias-estao-mais-fortes-cj863sjba003601npnd6pii2i.html Acesso em: 16 fev. 2021.

PINHEIRO, Pedro. Riscos da bactéria MRSA. MD saúde, 2019. Disponível em: https://www.mdsaude.com/doencas-infecciosas/estafilococos-aureus-mrsa/ . Acesso em: 16 fev. 2021.

Candida Auris; Brasil emite alerta sobre primeiro caso de superfungo fatal. BBC News Brasil, 2020. Disponível em: https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/bbc/2020/12/08/candida-auris-brasil-emite-alerta-sobre-1-caso-de-superfungo-fatal.htm Acesso em: 16 fev. 2021.

DANTAS, Carolina. Novo vírus com potencial pandêmico é achado em porcos na China. G1, 2020. Disponível em: https://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2020/06/30/novo-virus-com-potencial-pandemico-achado-em-porcos-na-china-tem-elo-com-h1n1-que-causou-mortes-em-2009.ghtml Acesso em: 16 fev. 2021.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo