Quadrilátero Ferrífero

Uma zona de grande importância de extração de minerais foi descoberta no século 17 em território brasileiro, em Minas Gerais, mais precisamente em sua porção centro-sul. São mais de 7 mil km² que formam o Quadrilátero Ferrífero, uma região composta por diversas cidades que possuem uma riqueza mineral abundante. As cidades são as seguintes:

  • Mariana;
  • Santa Bárbara;
  • Casa Branca;
  • Itaúna;
  • Congonhas;
  • Rio Piracicaba;
  • Sabará;
  • Nova Lima;
  • Ouro Preto;
  • Itabira;
  • Entre outras.

Duas cidades importantes, que vivem da mineração, são Ouro Preto e Mariana, que foram criadas no século 17, em consequência da descoberta do Quadrilátero Ferrífero.

Houve uma mudança profunda na sociedade da época, já que muitos mineradores migraram do litoral para cidades do interior, ocupando espaços vazios e construindo lindos municípios, que são importantes até hoje.

Atualmente, as cidades do Quadrilátero Ferrífero configuram a maior concentração urbana do Estado de Minas Gerais. Ou seja, existe um grande poder econômico e industrial, principalmente na área da siderurgia.


Quais são os minérios mais extraídos do Quadrilátero Ferrífero?

Os minérios mais abundantes no Quadrilátero Ferrífero e que ganham destaque no cenário mineral de todo o Brasil são os seguintes:

  • Ferro;
  • Ouro;
  • Manganês.

Aproximadamente 60% de todo o ferro produzido no Brasil são adquiridos no Quadrilátero Ferrífero, sendo despachado para o porto de Tubarão, por linhas ferroviárias. Do Espírito Santo, o ferro é despachado para outras regiões, inclusive para países que importam o material do nosso país. São cerca de 50 milhões de toneladas de minério de ferro extraídos todos os anos.

Explorar minério no Quadrilátero Ferrífero tem gerado alguns problemas ambientais, com impactos que modificaram a região e que preocupam ambientalistas, com severa mudança da biodiversidade, além de poluir o lençol freático do local. O solo também acaba sendo muito danificado, principalmente quando ocorre o descarte indevido de resíduos.

Os resíduos podem causar erosões e outros perigos. A falta de manutenção nas barragens de minério de ferro tem causado tragédias sem precedentes, como Brumadinho e Mariana.


Áreas de proteção ambiental da região

Para amenizar o impacto ambiental, existem áreas de preservação e proteção ambiental localizadas no Quadrilátero Ferrífero, como as seguintes:

  • Parque Estadual do Itacolomi;
  • Estação Ecológica do Tripuí;
  • Proteção Ambiental das Andorinhas;
  • Parque Estadual do Rola-Moça;
  • Floresta do Uaimii.