Lei de Avogadro

O químico e cientista italiano Amedeo Avogadro criou em 1811 a Lei de Avogadro, chamado ainda de Constante de Avogadro.

Lorenzo Romano Amedeo Carlo Avogadro nasceu em 9 de agosto de 1776, em Turim, na Itália. Ele foi conde de Quaregna e Cerreto, além de também ter atuado como advogado e físico. Ele estudou principalmente as moléculas e átomos, tendo marcado seu nome na história da evolução da teoria molecular.

A Lei de Avogadro estabelece que, dois gases, quando estão nas mesmas condições de pressão, possuem mesmo volume, estão na mesma temperatura e apresentam a mesma quantidade de mols de moléculas de gás. A representação acontece com L ou NA.

Amedeo Avogadro
Amedeo Avogadro

A representação numérica da Lei de Avogadro é a seguinte: 6,022 x 10²³ mol-1. Na teoria, o volume de gás é representado por V.

A quantia de substâncias do gás é representada pela letra n. A constante de proporcionalidade é representada por k.

A constante de Avogadro representa o número de componentes existentes em 1 mol de determinada substância, seja ela um átomo, uma molécula, um íon, entre outras.

Tubos de Ensaio, Química

Para que serve o número de Avogadro?

A representação de um mol, em todos os tipos de entidades elementares com moléculas, átomos, elétrons e íons fica de forma padronizada com o número de Avogadro. A finalidade da Lei de Avogadro é manter o gás ideal constante, com todos os gases apresentando o mesmo valor.


Como é apresentada a Constante de Avogadro?

Na Lei de Avogadro, a pressão do gás é apresentada em P. O gás tem a temperatura marcada em t. Já a constante é representada por c.

O número de Avogadro apresenta valores idênticos para todos os gases. Para isso, não importa a massa das moléculas de gás e nem o tamanho.

A lei é usada para fazer o cálculo de uma massa de um átomo de carbono. Para isso, é preciso checar na tabela periódica a massa do carbono, que é de 12.01 u.

Utiliza-se o número de Avogadro para equivaler a 1 mol de carbono, em 6,002 x 10²³. O átomo de carbono deve ser convertido em gramas, sendo que a massa de carbono é igual a 12,01 g / 6,022 x 10²³. Neste caso, o valor final é de 1,9994 x 10-23 g.


Saiba mais:

Tabela Periódica

Ligações Químicas

História da Química

Leia também! Assuntos relevantes