Charles Babbage

Charles Babbage foi um matemático que nasceu em uma família rica, um dia depois do natal de 1791, precisamente em 26 de dezembro daquele ano. Filho de um banqueiro, ele nunca passou por problemas financeiros e teve acesso a tudo do bom e do melhor, principalmente com relação ao ensino.

Por isso, foi em Cambridge que começou a trabalhar com os conceitos da matemática, mas nem mesmo em uma das instituições mais renomadas do mundo se sentiu satisfeito com o conteúdo que lhe era proposto.

Extremamente inteligente, Charles Babbage resolveu estudar Euler, Leibniz e Newton sozinho, mostrando seu lado autodidata. Como consequência de sua aproximação com a matemática, sentiu inspiração para criar a Sociedade Analítica, em 1812.

A sociedade era formada por colegas de Cambridge e os primeiros resultados mostraram Lacroix traduzidos para inglês e estudos voltados para a história do cálculo. Por causa de sua origem, assumiu, com apenas 24 anos, uma posição oficial como membro da Royal Society de Londres.

Nesta época, por volta de 1816, fez algumas publicações sem relevância sobre matemática, sua verdadeira paixão. De fato, não lhe agradava a Sociedade Real, pois chegou a fazer declarações públicas se queixando da falta de propósito de tal conselho.

A Máquina de Diferenças, o principal projeto de Charles Babbage, começou em 1819 e terminou em 1822. A formulação se baseava em tabelas de logaritmos, sendo que a máquina seria a responsável pela realização dos cálculos.

Logo que lançou o primeiro modelo da máquina, estava tão empolgado que anunciou o próximo, uma máquina maior do que a primeira. A Sociedade Astronômica entregou uma condecoração a Charles Babbage em 1823, por causa deste trabalho.

Então, ficou empenhado no trabalho voltado para a máquina maior, construída depois de 3 anos de dedicação e graças a um aporte financeiro público. Essa máquina era bem interessante, pois tentava obter um sistema de impressão automático por meio do equipamento.

Charles Babbage enfrentou diversos problemas para fazer a máquina grande, o custo do projeto ficou mais caro, o prazo estipulado passou do limite várias vezes e alguns fatos marcaram a vida do cientista depois de 1827, com várias mortes de pessoas próximas, como dois de seus filhos, além da sua esposa e de seu querido pai.

Ele mesmo, Charles Babbage, já não estava bem de saúde e deixou de trabalhar na máquina por um período. Os trabalhos chegarem a ser retomados próximo de 1840, com investimento de seu dinheiro próprio e alguma parte do governo. Por fim, o governo decidiu cancelar o repasse de verbas, pois a máquina estava demorando muito tempo para ficar pronta.

Outro projeto nasceu na mente de Charles Babbage enquanto a Máquina de Diferenças estava sendo construída. Era a Máquina Analítica, que ficou somente nos guardados do cientista, nunca saiu do papel.

Mesmo assim, Charles Babbage mostrou através de seus desenhos e de suas máquinas o que seria, mais tarde, desenvolvido e utilizado para se tornar um computador, ou seja, uma máquina de cálculos, à base de um processador.

Charles Babbage morreu no ano de 1871, no dia 18 de outubro, em Londres. O seu reconhecimento como cientista e matemático se tornou maior ainda quando os computadores foram criados e foi possível observar as semelhanças de sua Máquina Analítica com os equipamentos modernos que utilizamos hoje e que são, fundamentalmente, baseados em cálculos matemáticos binários e estruturas lógicas.

Ou seja, Charles Babbage foi percursor de uma grande mudança que seria instituída mais tarde, no século 20, transformando profundamente a nossa história e forma de vida.

Charles Babbage



Por

Compartilhe