São chamados de advérbios todos os termos que executam a função de modificar o sentido de um verbo. Ou seja, toda palavra invariável que é usada para alterar o verbo recebe o nome de advérbio. Além disso, os advérbios também podem modificar os sentidos de adjetivos e de outros advérbios.

Na prática, o advérbio é classificado como uma classe gramatical extremamente importante, pois pode ser utilizado de forma versátil dentro do idioma. Atuando como modificador, todo advérbio é independente e pode apresentar circunstâncias de tempo, lugar, intensidade, modo, condição, entre outras. Nas orações, o advérbio aparece próximo ao verbo, com função de agente que agrega informações ao verbo.


Veja um exemplo simples de advérbio:

Ela sempre viajava nas férias.

Verbo: viajava

Advérbio: sempre

Tipo de advérbio: de tempo


Classificação dos advérbios

Os advérbios podem ser classificados de acordo com o papel que desempenham na oração. Confira as várias classificações existentes:

Advérbios de intensidade: muito, mais ou menos, bastante, demais, entre outros.

Advérbios de afirmação: sim, realmente, certamente, entre outros.

Advérbios de dúvida: provavelmente, acaso, talvez, entre outros.

Advérbios de lugar: aqui, lá, perto, longe, abaixo, acima, entre outros.

Advérbios de modo: melhor, assim, pior, depressa, lentamente, devagar, entre outros.

Advérbio de negação: não.

Advérbios de tempo: hoje, agora, sempre, ainda, amanhã, entre outros.

Pessoa escrevendo


Informações importantes sobre advérbios

Os advérbios se enquadram entre as 10 classes gramaticais existentes na Língua Portuguesa. O advérbio não apresenta variações, ou seja, não permite modificações em sua forma, não é flexionado. Ele funciona como adjunto adverbial nas orações e aparecem de acordo com o sentido que se deseja imprimir ao contexto.

O advérbio também pode modificar um adjetivo. Veja o exemplo: João é um profissional extremamente competente. O advérbio de intensidade “extremamente” aparece modificando, ou complementando, o adjetivo “competente”.

Outro exemplo que precisa ser apresentado para elucidar a aplicação do advérbio diz respeito ao uso do mesmo para modificar o sentido de outro advérbio. Veja o exemplo: A palestra acabou tarde demais. Neste caso, “tarde” aparece como um advérbio de tempo e “demais” é um advérbio de intensidade.

Para identificar um advérbio em uma oração, basta encontrar o termo que não sofre modificações de gênero, número ou grau e que tem uma ligação direta com o verbo, promovendo o destaque de uma determinada circunstância do processo verbal, que pode ser de tempo, lugar, intensidade, entre outras.

Os advérbios têm importantes características funcionais e semânticas. Eles também podem ser interrogativos (como, quando), relativos (onde, como) e demonstrativos (agora, então).


Veja também:

Adjunto Adverbial

Classes de Palavras

Classes Gramaticais

Colocação Pronominal

O que é um Texto?

Leia também! Assuntos relevantes