Teorias da Relatividade


 Compartilhar no facebook
 Compartilhar no twitter


Teorias da Relatividade

Teorias propostas pelo físico Albert Einstein que revolucionam a física no século XX. As duas teorias: da Relatividade Restrita e da Relatividade Geral - sustentam a noção de que não há movimentos absolutos no Universo, apenas relativos. Para Einstein, o Universo não é plano como na geometria, nem o tempo é absoluto, mas ambos se combinam em um espaço-tempo curvo. Enquanto para a geometria clássica a menor distância entre dois pontos é a reta, na teoria de Einstein é a linha curva.

Na verdade, as duas teorias formam uma só, mas são apresentadas por Einstein em momentos diferentes. A Teoria da Relatividade Restrita é proposta em 1905. Com base nela são postulados o princípio da relatividade - isto é, que as leis físicas são as mesmas em todos os sistemas de referência inerciais - e o princípio da constância da luz. De acordo com a relatividade restrita, se dois sistemas se movem de modo uniforme em relação um ao outro, é impossível determinar algo sobre seu movimento, a não ser que ele é relativo. Isso se deve ao fato de a velocidade da luz no vácuo ser constante, sem depender da velocidade de sua fonte ou de quem observa.

Com isso se verifica que massa e energia são intercambiáveis - o que resulta na equação mais famosa do século: E = mc² (energia, "E", é igual à massa, "m", multiplicada pelo quadrado da velocidade da luz, "c²"). Um dos empregos dessa fórmula é na energia nuclear, seja em reatores para produzir eletricidade, seja em armas nucleares. Uma massa pequena de urânio ou plutônio, de alguns quilos, basta para produzir uma bomba capaz de destruir uma cidade, pois a quantidade "E" equivale a "m" multiplicado pelo quadrado de 300 mil km/s.

Também se depreendem da relatividade restrita fenômenos de que o senso comum duvida: para um observador parado, um relógio em movimento parece andar mais devagar do que um relógio estacionário, ou a massa de um objeto aumentar com sua velocidade. A Teoria da Relatividade Geral, de 1916, amplia os conceitos a outros sistemas, como os sistemas de referência acelerados, e às interações gravitacionais entre a matéria. Einstein explica essas interações como resultado da influência dos corpos - como os planetas - na geometria do espaço-tempo curvo (um espaço de quatro dimensões, sendo a quarta, o tempo). A confirmação prática disso vem em 1919, quando é possível notar a curvatura da luz das estrelas ao passar perto do Sol durante um eclipse solar .

Esta Teoria, desenvolvida matematicamente por Einstein, leva a conclusões tais como: (1) velocidade da luz no vácuo é constante e independe da velocidade relativa da origem e do observador; (2) a velocidade da luz é um máximo que a velocidade de um corpo material nunca poderá atingir; (3) as formas matemáticas das leis da Física são invariáveis em todos os sistemas inertes; (4) a massa de um corpo depende da sua velocidade, ou seja, existe equivalência de massa e energia e de mudança de massa, dimensão e tempo com o aumento de velocidade; (5) o tempo é uma quarta dimensão, relativa ao espaço.
A compreensão moderna do Buraco Negro é toda baseada na Teoria da Relatividade Geral. O buraco negro é formado a partir dos restos da explosão de uma estrela com massa dezenas de vezes superior à do Sol. Esse processo ocorre quando a estrela esgota seu combustível termonuclear interno, passando a se contrair e elevar intensamente a temperatura. O resultado é uma grande explosão e resíduos extremamente condensados. Caso essa massa remanescente seja superior a duas ou três vezes a massa do Sol, a sua densidade passa a crescer indefinidamente. O campo gravitacional criado torna-se tão forte que não deixaria nenhum tipo de radiação escapar, caracterizando o buraco negro .
Fonte: Almanaque abril 1998, Editora Abril S.A.


Forças Fundamentais
Força Gravitacional - provoca atração entre as partículas que possuem massa. É a força que mantém os planetas girando em torno do Sol e os objetos presos à superfície da Terra.

Força Eletromagnética - exerce atração e repulsão entre as partículas com carga elétrica. É a força que faz o polo positivo de um ímã atrair o polo negativo de outro.

Força Nuclear Forte - amarra os quarks dentro dos prótons e dos nêutrons e prende estes dentro do núcleo. Só é quebrada em aceleradores quando partículas atômicas são jogadas umas contra as outras, a velocidades próximas à da luz.

Força Nuclear Fraca - responsável pela interação de algumas subpartículas, emitindo radioatividade. Ela é a base das reações nucleares que ocorrem no coração do Sol


Teoria das Supercordas
Para a teoria das supercordas as partículas elementares, que são observadas nos aceleradores de partículas, são na verdade modos de vibração de cordas elementares. O mundo não é composto por diversas partículas, mas por diferentes formas de uma mesma corda.

Existem dois tipos básicos de teorias das supercordas: um com cordas fechadas que podem se quebrar, e outro com cordas fechadas que não se quebram.

Muitos consideram as supercordas como constituintes de uma Teoria Unificadora, capaz de explicar e relacionar todas as Forças Fundamentais do Universo. Foi buscando esta Teoria Unificadora que Einstein passou os últimos anos de sua vida.


Fonte: http://br.geocities.com/ciencia2000_br/teoria.html





Saiba mais

Buscas relacionadas a Teorias da Relatividade em Física.


[ Pesquisa escolar lida 14202 Vezes - Categoria: Física ]


Leia também! Assuntos relevantes.

Cientistas encontram indícios de buraco negro no centro da galáxia
Observações foram feitas pelo MIT Um aumento repentino do brilho em uma novem de gás quente perto do centro da Via Láctea pode confirmar a teoria da ...
Lido: 12402 Vezes

Albert Einstein
Albert Einstein foi um dos cientistas mais importantes do século XX. Ele nasceu em 14 de março de 1879, na cidade de Ulm, na Alemanha. Einstein rev...
Lido: 27219 Vezes

Raios X revelam buraco negro da Via Láctea
SALVADOR NOGUEIRA da Folha de S.Paulo Ainda não foi desta vez que cientistas observaram o buraco negro gigantesco que eles acreditam que exista no ce...
Lido: 7690 Vezes

Peso de um corpo - Força Gravitacional
Os animais, as plantas, a água, o ar, as pedras, todos os corpos, enfim, estão sujeitos à atração gravitacional da Terra. Se você sobe numa cadeira e ...
Lido: 9724 Vezes

O que é um buraco negro
De forma muito simplista, um buraco negro é uma região do espaço que contém tanta massa concentrada que nenhum objeto consegue escapar de sua atracção...
Lido: 16754 Vezes

Sugestão de Busca Escolar

Sites

Encceja
Enem
SISU
Prouni
FIES
Relacionamento

Fale Conosco
Feed / RSS

Comunidade no Google +
Comunidade no Twitter


Novidades no seu e-mail

Estudantes Online
Sobre o Grupo Escolar

GrupoEscolar.com - Todos direitos reservados

Todo o conteúdo do site é retirado da internet e/ou enviado pelos estudantes.

Caso algum conteúdo infrinja direitos autorais entre em contato que adicionaremos crédito ou retiraremos o mesmo.

As opiniões expressas nos textos são de responsabilidade dos seus autores.

Somos apenas um veículo de comunicação e não compactuamos com nenhuma opinião sobre nenhum tema.