Populismo Liberal

Populismo Liberal

Por

O populismo liberal foi uma característica política que marcou o período da República Populista, também chamada de República Nova. O conceito também esteve presente na forma como o presidente Getúlio Vargas governou o Brasil.

O populismo liberal esteve presente em várias regiões da América Latina. Os governos se sustentavam por meio da imagem popular e carismática do político. Os atos populares manipulavam a opinião do povo, que acreditava na melhoria das condições de vida.

Os governantes do populismo liberal eram como ídolos da população. O populismo de Getúlio Vargas, por exemplo, era marcado por um comando centralizador e por uma mensagem forte e positiva.

Depois de 1945, com a queda de Getúlio Vargas, o Brasil começou a viver uma reestruturação do regime democrático. Os liberais reuniam grupos como operários, militares e funcionários públicos. Os grupos políticos selavam parcerias e apoios com diversos setores da sociedade.

Além do carisma, os políticos do populismo liberal usavam discursos dramáticos, propagandas que atingiam a grande massa, ícones políticos e comportamentos específicos de liderança. O populismo no Brasil foi fundamentado em projetos de inclusão social, estímulo à economia e na construção de líderes políticos que eram verdadeiros porta-vozes da sociedade.

Os representantes do povo trabalhavam em benefício das causas coletivas. O primeiro grande líder populista do Brasil foi Getúlio Vargas, que governou o país de 1930 a 1945, e de 1951 a 1954. Os mandatos foram marcados por alianças e pelo controle dos meios de comunicação. O discurso populista era nacionalista, característica que conferiu a Vargas o título de “pai dos pobres”.

Jânio Quadros também foi populista e chegou ao poder usando o símbolo da vassoura, que “varreria” a corrupção do Brasil. Mais um exemplo de líder populista foi Juscelino Kubitschek, presidente de 1956 a 1961. Ele criou o programa chamado de “Cinquenta anos de progresso em cinco anos de governo”. JK foi responsável por modernizar o Brasil, atrair indústrias e aumentar o padrão de consumo dos brasileiros.

Leia também! Assuntos relevantes