O fim da era dos ônibus espaciais

O fim da era dos ônibus espaciais

Por

Em julho de 2011 chegou ao fim a era dos ônibus espaciais com o último vôo do Atlantis. A última missão ao espaço retornou à Terra e o ônibus pousou no Cabo Canaveral, na Flórida (EUA).

Essa missão marcou o fim da era dos ônibus espaciais, período esse que durou 30 anos. Os ônibus espaciais viajaram cerca 864.401.219 quilômetros em 20.952 órbitas da Terra durante 1.320 dias no espaço.

O programa foi desenvolvido para levar os astronautas da Nasa, a agência espacial americana, para o espaço de forma mais barata. Este sistema teve início da década de 1970 com a construção da nave Enterprise.

Em 1981, o Columbia estreou o Programa Ônibus Espacial e se tornou o primeiro veículo reutilizável a viajar para o espaço.

O programa dos ônibus espaciais americanos realizou 135 missões e, no dia 21 de julho de 2011, encerrou as atividades.

Com o programa extinto, a Nasa fica sem um veículo próprio para levar seres humanos ao espaço.

A decisão de encerrar o programa dos ônibus espaciais foi tomada em 2004 pelo então presidente dos EUA, George W. Bush. Ele decidiu por extinguir o programa após o acidente com o ônibus espacial Columbia, em 2003, que se desintegrou no ar durante a reentrada na Terra, matando sete astronautas.

Cada missão dos ônibus espaciais custou em média U$ 500 milhões.

Juliana Miranda do GrupoEscolar.com

Leia também! Assuntos relevantes