Hibridação de orbitais atômicos


 Compartilhar no facebook
 Compartilhar no twitter


Hibridação de orbitais atômicos

Existem inúmeras moléculas em que determinados elementos químicos estabelecem um certo número de ligações covalentes comuns, embora essas ligações não estivessem previstas pela configuração eletrônica dos átomos desses elementos.

Na tentativa de explicar o que acontece, criou-se a teoria da hibridação.

A palavra hibridação muitas vezes se refere ao cruzamento de duas espécies diferentes entre si, dando origem a uma nova espécie, de características intermediárias àquelas das espécies que a originaram.

É mais ou menos essa idéia que devemos ter em relação à hibridação de orbitais.

Como o elemento carbono sofre vários tipos diferentes de hibridação e é um elemento químico muito importante, usaremos o carbono para exemplificar a teoria da hibridação.


Hibridação sp³ do carbono
Se observarmos a configuração eletrônica do átomo de carbono no estado fundamental, poderemos concluir que ele faz apenas 2 ligações covalentes comuns, porque possui apenas 2 elétrons desemparelhados.

Experimentalmente isso não se verifica.


O carbono, nas diversas moléculas que forma, faz sempre 4 ligações covalentes comuns
É preciso admitir, portanto, que o carbono possui quatro elétrons desemparelhados. A explicação aceita atualmente para esse fato é dada a seguir.

Um elétron do orbital 2s do carbono é ativado e promovido para o orbital 2pz, que estava vazio, uma vez que a diferença de energia entre esses orbitais não é muito acentuada.

O carbono pode fazer 4 ligações do tipo sigma. Neste caso, todas são iguais e de mesma energia e, portanto, os elétrons devem estar ocupando orbitais iguais. Isso não se verifica no estado ativado.

Assim, ocorre uma hibridação (mistura, cruzamento) entre o orbital s e os 3 orbitais p da camada de valência do carbono, originando 4 orbitais novos e iguais denominados sp3

Como cargas elétricas de mesmo sinal se repelem, é lógico pensar que esses 4 elétrons vão procurar orientar os seus orbitais num arranjo espacial que lhes permita ficar o mais distante possível uns dos outros.

A matemática prevê que a distância máxima entre 4 eixos se dá num ângulo de 109º28’. Podemos visualizar, imaginando esses 4 eixos partindo do centro de uma pirâmide tetraédrica e seguindo em direção aos seus vértices.

De onde se conclui que a orientação dos 4 orbitais sp3 no espaço seja exatamente essa, sem¬pre considerando que o núcleo do carbono ocupe o centro da pirâmide tetraédrica imaginária.

Resumindo: o carbono que faz quatro ligações sigma tem:
• hibridação sp3;
• geometria tetraédrica;
• ângulo entre os orbitais híbridos de 1090281.


Outros elementos da família do carbono, o silício e o germânio, formam moléculas como SiH4, SiCl4, GeH4 e GeCl4, através desse mesmo tipo de hibridação.


Fonte:
Martha Reis, Química Integral, volume único, editora FTD. pág. 88 e 89.





Saiba mais

Buscas relacionadas a Hibridação de orbitais atômicos em Química.


[ Pesquisa escolar lida 42479 Vezes - Categoria: Química ]


Leia também! Assuntos relevantes.

Novas idéias sobre o átomo: As partículas subatômicas
A descoberta de partículas subatômicas decorreu das experiências realizadas sobre a descargas elétrica nos gases rarefeitos, iniciadas por Faraday, em...
Lido: 10823 Vezes

O que é um Átomo
Todas as substâncias são feitas de matéria e a unidade fundamental da matéria é o átomo. O átomo constitui a menor partícula de um elemento. O áto...
Lido: 128036 Vezes

O Átomo de Bohr
Dando prosseguimento aos trabalhos de Planck e Einstein, Nieis Bohr criou um modelo atômico no qual os elétrons ligados ao núcleo só poderiam se apres...
Lido: 8699 Vezes

Conceitos de Átomo
-A tais partículas minúsculas dá-se o nome de átomos. -Átomo, em grego, significa não divisível. Os átomos são partículas muito pequenas. Se...
Lido: 20624 Vezes

Usando o Átomo para Produzir Energia (Fissão Nuclear)
A energia nuclear provém da fissão nuclear do urânio, do plutônio ou do tório ou da fusão nuclear do hidrogênio. Atualmente utiliza-se quase soment...
Lido: 7881 Vezes

Elementos Químicos
FÓSFORO O fósforo é um elemento químico de símbolo P, número atômico 15 e massa atômica 13. Foi descoberto em 1669 por Henning Brand. Aplicações ...
Lido: 65618 Vezes

Alguns elementos químicos comuns
ALUMÍNIO Metal leve extraído da bauxita. Usado para confecções de panelas e refletores, e em ligas fortes de aviões. Fácil de reciclar. Descoberto e...
Lido: 26429 Vezes

Sugestão de Busca Escolar

Sites

Encceja
Enem
SISU
Prouni
Paixão e Amor
Curiosidades
Relacionamento

Fale Conosco
Feed / RSS

Comunidade no Google +
Comunidade no Twitter


Novidades no seu e-mail

Estudantes Online
Sobre o Grupo Escolar

GrupoEscolar.com - Todos direitos reservados

Todo o conteúdo do site é retirado da internet e/ou enviado pelos estudantes.

Caso algum conteúdo infrinja direitos autorais entre em contato que adicionaremos crédito ou retiraremos o mesmo.

As opiniões expressas nos textos são de responsabilidade dos seus autores.

Somos apenas um veículo de comunicação e não compactuamos com nenhuma opinião sobre nenhum tema.