Folclore da Inglaterra

Por

O folclore da Inglaterra conta com diversas lendas, mitos, tradições, crenças populares, danças e outras manifestações culturais. O termo folclore surgiu no Reino Unido, marcando presença na Inglaterra, Escócia e País de Gales.

O folclore inglês tem forte conexão com a Idade Média, e muitos personagens populares da Inglaterra nos remetem a esse período, como o Rei Arthur e Robin Hood.

Entre as manifestações folclóricas, a Inglaterra destaca a dança popular Morris, uma tradição inglesa. A palavra folclore foi criada na Inglaterra no dia 22 de agosto de 1846. O termo foi lançado pelo arqueólogo William J. Thoms, na revista “The Atheneum”, de Londres.

A tradução da palavra para o português tem Folk (povo) e Lore (conhecimento), ou seja, “conhecimento do povo”. Na Inglaterra, o folclore tem tradições, conhecimentos populares, lendas, músicas, danças, adivinhações, provérbios, superstições, brinquedos, entre outras manifestações culturais tradicionais.

Uma das lendas mais conhecidas do folclore inglês é "João e o Pé de Feijão", que se tornou popular no mundo inteiro. Esta lenda fala sobre um menino pobre que troca a vaca da família por feijões mágicos. Os grãos fazem nascer um grande pé de feijão até o céu. Ao escalar o pé, João encontra um gigante, uma galinha dos ovos de ouro e uma harpa encantada. Ele consegue derrotar o gigante e acaba levando as riquezas para sua família.

Outra obra que faz parte do folclore da Inglaterra é Peter Pan, de James Barrie. A lenda fala sobre um menino que vive num mundo mágico, chamado de “Terra do Nunca”, um lugar onde não existem adultos.

Por fim, um mito mundialmente conhecido, e que tem origem na Inglaterra, é a existência de duendes, criaturas mitológicas que fazem parte de várias histórias do folclore europeu. Os duendes aparecem em lendas da mitologia celta e escandinava. Na Inglaterra, eles são chamados de goblins.

Leia também! Assuntos relevantes