Dilma

Por

Dilma Rousseff, a primeira mulher a se tornar Presidente do Brasil, nasceu em Belo Horizonte - Minas Gerais, no dia 14 de dezembro de 1947. Ela é filha do imigrante búlgaro Pedro Rousseff e da professora brasileira Dilma Jane da Silva.

Dilma estudou no tradicional Colégio Nossa Senhora de Sion, e em seguida foi transferida para o Colégio Estadual Central, ambos na capital mineira. Aos 16 anos, ela iniciou sua vida política ao entrar para organizações de combate ao regime militar.

Em 1969, Dilma Rousseff passou a ser perseguida pela Justiça Militar e acabou condenada por subversão. Nessa fase, a atual presidente do Brasil passou três anos no presídio Tiradentes, em São Paulo.

Ao sair da prisão em 1972, Dilma se mudou para Porto Alegre. Ela retomou os estudos na Universidade Federal do Rio Grande do Sul e se formou em economia.

Em 1975, Dilma começou a trabalhar como estagiária na Fundação de Economia e Estatística (FEE), órgão do governo gaúcho. Em 1976, Dilma ganhou sua única filha, Paula Rousseff Araújo.

A partir de 1979, ela se dedicou à campanha pela Anistia, junto com seu então marido, Carlos Araújo. Eles trabalharam juntos para fundar o Partido Democrático Trabalhista (PDT) no Rio Grande do Sul.

Dilma se envolveu cada vez mais com a política e se tornou diretora-geral da Câmara Municipal de Porto Alegre. Em 1989, durante a primeira eleição presidencial direta após a ditadura militar, Dilma apoiou Luiz Inácio Lula da Silva, do PT.

No governo do Rio Grande do Sul, Dilma ocupou os cargos de Secretária de Energia, Minas e Comunicação e Secretária da Fazenda. Em seguida, ela se filiou ao Partido dos Trabalhadores e, em 2002, foi convidada a participar da equipe do governo Lula, como ministra de Minas e Energia.

Em 2005, Dilma Rousseff passou a ocupar o cargo de chefe da Casa Civil do governo Lula, passando a ter um papel cada vez mais importante e assumindo vários programas relevantes, como o PAC – Programa de Aceleração do Crescimento.

Em 2010, Dilma se tornou candidata à Presidência, e ao chegar ao segundo turno das eleições, ela foi escolhida presidente do Brasil com 56 milhões de votos. Dilma entrou para a história do Brasil como a primeira presidente mulher do país.

Leia também! Assuntos relevantes