Di Cavalcanti

Por

Emiliano Augusto Cavalcanti de Albuquerque e Melo foi um pintor brasileiro. Ele nasceu em 6 de setembro de 1897, no Rio de Janeiro.

Di Cavalcanti teve uma importante participação na Semana de Arte Moderna, de 1922. Ele era um artista talentoso e reconhecido. Desde a infância, Di Cavalcanti demonstrou interesse pelas artes. Ele foi aluno de pintura de Gaspar Puga Garcia.

O primeiro trabalho do artista foi como caricaturista da revista Fon-Fon, em 1914. Di Cavalcanti também foi um intelectual, sempre atento às vanguardas modernistas das artes plásticas. Em 1921, Cavalcanti foi convidado para ilustrar o livro “Balada do Cárcere de Reading”, de Oscar Wilde.

Em 1923, ele viajou para Paris, onde conviveu com Picasso e Braque. A trajetória do pintor fez dele um dos artistas brasileiros mais populares de seu tempo.

Entre seus trabalhos, Di Cavalcanti ilustrou o livro “Carnaval”, de Manuel Bandeira, publicou o livro de memórias “Viagem de minha vida”, foi correspondente do jornal “Correio da Manhã” e deixou grandes obras de arte, como Tempos Modernos, Pierrete, Pierrot, Cinco moças de Guaratinguetá, Mulheres, Arlequins, Duas mulatas, Rio de Janeiro noturno, entre outras.

O artista morreu em 26 de outubro de 1976, no Rio de Janeiro.

Leia também! Assuntos relevantes