1889: Proclamação da República (15 de Novembro)

1889: Proclamação da República (15 de Novembro)

Por

A Proclamação da República Brasileira aconteceu no dia 15 de novembro de 1889, como resultado de um levante de base militar contra o império português. A República Federativa Presidencialista do Brasil derrubou definitivamente a monarquia constitucional parlamentarista do Império, acabando com o poder e a soberania do então imperador D. Pedro II.

O ato da proclamação da república aconteceu na Praça da Aclamação, atualmente chamada de Praça da República, localizada no Rio de Janeiro. Militares do exército brasileiro destituíram o imperador, tendo como líder o Marechal Manuel Deodoro da Fonseca.

A proclamação foi resultado direto de uma crise do império e do surgimento de novas vertentes e pensamentos políticos no Brasil. Logo depois da proclamação, o país ganhou um governo provisório republicano, que tinha Deodoro da Fonseca como presidente e o Marechal Floriano Peixoto como vice-presidente.

Quando o Brasil teve a sua proclamação da república, ele era o único país americano a viver uma monarquia, sistema político que não mais atendia aos interesses da época. Foi então que os militares, influenciados pelo pensamento positivista, se organizaram para acabar com o poder imperial.

Os militares começaram a agir contra o domínio de Dom Pedro II e as ordens imperiais. Com a criação do Partido Republicano e do Partido Republicano Paulista, em 1873, os militares se aproximaram do momento do golpe contra o império.

O marechal Deodoro da Fonseca foi figura muito importante nesse processo que culminou com a proclamação da república no Brasil. Foi ele quem mobilizou as tropas que dominaram os ministros imperiais e forçaram a deposição de Dom Pedro II.

Finalmente, no dia 15 de novembro de 1889, José do Patrocínio oficializou a Proclamação da República no Brasil.

Leia também! Assuntos relevantes