Deodoro da Fonseca

Por

Nasceu em Alagoas no ano de 1827 e aos 21 anos já integrava as tropas militares do país. Foi uma figura de muita relevância histórica, principalmente nas questões que envolviam movimentos para a derrubada do imperador D. Pedro II do poder.

Apoiado por fazendeiros, cafeicultores, população civil e até mesmo pela igreja católica, Marechal Deodoro invadiu a Praça da Aclamação no Rio de Janeiro e proclamou a república do país.

Em 25 de fevereiro de 1891 assumiu o poder, tornando-se o primeiro presidente do Brasil escolhido pelo Congresso através de eleições indiretas.

Republicanos renomeados historicamente e liberais da monarquia integraram os ministérios, foram eles: Campos Sales – Justiça; Eduardo Wandenkolk – Marinha; Benjamim Constant – Guerra e Instrução Pública, Correios e Telégrafos; Quintino Bocaiúva – Negociações Estrangeiras; Rui Barbosa – Fazenda; Aristides Lobo – Interior; Demétrio Nunes Ribeiro – Agricultura, Comércio e Obras Públicas.

Contudo, problemas políticos e econômicos como o “encilhamento” e a dissolução do Congresso Nacional, não permitiram que o governo do Marechal se mantivesse por muito tempo, sendo encerrado em 23 de novembro de 1891.

Deodoro da Fonseca morreu em 23 de agosto de 1892, por dispneia (dificuldade em respirar).

Leia também! Assuntos relevantes