Oração e Período

O enunciado na Língua Portuguesa é formado por algumas estruturas, entre elas a oração e o período. Para compreender melhor o assunto, é preciso entender o que é oração, o que é período e qual a diferença entre oração e período.


O que é oração?

A oração é o enunciado com a presença do verbo. Sem o verbo, a oração não existe, torna-se frase. Vamos aos exemplos:

Frase – Oi, tudo bem? (A frase é todo pensamento expresso por palavras, pode ter ou não ter verbo).

Oração – Eu estou muito bem, obrigado por perguntar! (É uma oração, pois tem verbo obrigatoriamente. Também é uma frase. Logo, nem toda frase é oração, mas toda oração é uma frase, por consequência).


A oração precisa ter predicado, que começa sempre com o verbo. A divisão acontece da seguinte maneira:

Eu – Sujeito

Estou muito bem – Predicado

Veja outros exemplos de oração para você compreender melhor a explicação:

Vá correndo!

Eu adoro comida apimentada.

A viagem estava muito agradável.

O que é período?

O período tem sentido completo, é formado por uma ou mais orações, tornando-se uma unidade sintática. A entonação é uma marcante do período, que pode ser simples ou composto. A pontuação determina o fim do período.

O que é o período simples?

O período simples tem apenas um verbo ou uma oração. Por exemplo:

A casa está muito bonita!

Ou

Você comprou muita comida!

Em ambos os casos, temos períodos simples, pois as orações possuem apenas um verbo cada.

O que é período composto?

No caso do período composto, o enunciado possui dois ou mais verbos. Veja os exemplos:

Maria comprou pães e comeu rapidamente!

Ou

Você estudou para a prova e acertou todas as questões.

Nos exemplos acima, cada período tem duas orações e, por isso, temos períodos compostos.

Veja um período composto com mais de duas orações:

Ele ganhou dinheiro, investiu na poupança e realizou todos os sonhos!