Os mapas são uma forma de representação gráfica de uma área geográfica ou superficial da Terra, composto por símbolos que correspondem aos elementos naturais, artificiais ou culturais.

São uma fonte de informação fundamental graças as suas propriedades métrica, é possível realizar medições de distâncias e ângulos com resultados exatos, que servem como base para o desenvolvimento de diversas atividades humanas.


ORIGEM

Os mapas surgiram antes da invenção da escrita, eram feitos para que os homens marcassem os locais por onde passaram e onde viviam, sendo de extrema importância para sua sobrevivência.

Na Idade Média, os mapas eram utilizados como uma representação da religiosidade e do poder da igreja católica, neles, a cidade sagrada de Jerusalém era representada como sendo o centro do mundo.

O  comércio apresentou uma crescente significativa naquela época, e as navegações foram expandindo com o intuito de conquistar novas terras e buscar mercadorias.  Nesse período, os navegantes utilizavam o portulano, documento no qual, eram anotados os roteiros do litoral, por onde passavam mas sem conter a precisão do local, longitude e latitude.

As técnicas de cartografia foram evoluindo conforme as navegações. Com o tempo, foram surgindo mapas mais sofisticados, os quais eram motivo de cobiça por muitos navegantes, por esse motivo, eram produzidos e guardados em segredo e cercado de segurança.


Leia também: A cartografia na idade média, Evolução da Cartografia

PARA QUE SERVE?

Engana-se quem pensa que os mapas são usados apenas para mostrar onde chegar, a eles são incumbidas outras funções importantes como:

  • Localização - através dos mapas podemos encontrar  e chegar em qualquer local. Hoje, o GPS  é um grande aliado nessa questão, basta fornecer o endereço que ele traça com eficácia as rotas.
  • Informação - o mapa nos fornece informações sobre determinadas localidades sob uma ótica espacial, muitas vezes, é mais fácil interpretar os mapas do que  uma descrição escrita.
  • Medir distâncias - os mapas são utilizados para realizar medidas entre dois pontos, por meio da escala cartográfica. Trata - se da relação entre a área real e a representação em forma de mapa, ou seja, cada 1 cm do mapa equivale a 1000 cm na área real.

Leia também: Pontos Cardeais

Mapa do Mundo


TIPOS DE MAPAS

São vários os tipos de mapas existentes, sendo divididos conforme sua classificação e o tema nele tratado. Conheça as diferenças entre eles


Mapas Físicos

Os mapas físicos representam a superfície da terra, ou seja, as formas do território, montanhas, rios, lagos, planaltos, planícies e outras formas de relevo.  São mapas bem coloridos para que fique fácil visualizar os elementos geográficos.


Mapas Econômicos

Esse tipo de mapa, representa a produção das atividades econômicas por área e dados estatístico como  a receita financeira dos estados brasileiros, o índice de População Economicamente Ativa, entre outros.


Mapas Demográficos

Os mapas demográficos representam os índices populacionais como, taxa de analfabetismo, migrações, taxa de natalidade, mortalidade, entre outros.


Mapas Políticos

Trata-se do mapa que mostra a representação da divisão administrativa  dos países, estados, províncias e cidades. Em um país, o mapa apresenta a divisão do mesmo em Estados; já no mapa mundi político, a divisão é feita por países.


ATLAS

Atlas nada mais é do que um conjunto de mapas agrupados em um livro, tratam sobre mapas em aspectos geográficos, históricos, políticos e sociais das áreas do Planeta Terra. Inclusive, atualmente existem mapas de outros planetas.

Os atlas classificam - se quanto a extensão , podendo ser espaciais ou exoterrestres, universais ou mundiais, nacionais, regionais, distritais e locais; quanto a natureza da informação, sendo geográfico ou temáticos; ou de acordo com o suporte, impresso em papel ou em mídia eletrônica.