Conceito

O climograma é uma representação gráfica que consiste numa forma de simbolizar o clima de uma forma imagética, podendo-se apurar variações climáticas em determinadas regiões de maneira mais fácil e eficaz. É uma ferramenta também muito utilizada para comparar as diversidades climáticas das várias regiões do planeta Terra. Na biologia, o climograma tem outros usos, relacionados à avaliação da adaptação de espécies a certos locais, incluindo seu desenvolvimento, instalação e evolução em meio a esse clima.

A construção do climograma envolve posicionar as médias mensais de precipitação, em geral medidas em milímetros (mm), no eixo das abscissas (eixo x), ao passo que se deve colocar as médias mensais de temperaturas, geralmente em ºC, no eixo das ordenadas (eixo y). A escala de tempo na base do gráfico são os doze meses do ano.

Unindo-se todas essas informações, cruzando os meses com seus respectivos índices de precipitação e temperatura média, é possível verificar as variações mensais na pluviometria e na temperatura de um lugar específico. Ademais, pode-se também ter uma ideia da influência das estações do ano no clima, como no caso das regiões tropicais, nas quais as temperaturas mais altas e as maiores chuvas ocorrem no verão, enquanto que as menores temperaturas e índices pluviométricos se dão no inverno.

Exemplo de Climograma

Tudo sobre

O climograma tem diversos uso e aplicações no estudo do clima e da geografia. Os padrões dessas representações gráficas não descrevem apenas o clima de uma localidade, mas também indicam evidências da localidade relativa desse clima. Por exemplo, um climograma com uma baixa variação de temperatura durante o ano pode indicar um local próximo à linha do Equador, ou então um lugar adjacente a um grande corpo de água a exercer um efeito moderador sobre a variação da temperatura. Ao contrário, uma grande variação de temperatura no climograma pode apontar para uma posição mais distante da linha do Equador ou para a ausência de corpos de água significativos.

Ademais, também é possível auferir as condições ecológicas de um local através da análise de seu climograma. Um exemplo disso seria a apuração da consistência da precipitação em uma localidade durante o ano. Se essa precipitação é consistentemente baixa o ano todo, isso pode refletir uma localização desértica. Por outro lado, se há um padrão claramente sazonal para a precipitação, isso pode sugerir que a localidade experimenta o fenômeno de monções. Ao se combinar os dados tanto de temperatura quanto de precipitação, é possível se alcançar dicas ainda mais completas sobre as condições locais de algum clima.

Apesar disso, devemos levar em consideração os numerosos fatores locais que contribuem para os padrões gráficos observados no climograma de algum local. Algum padrão específico pode ser o reflexo da influência de um fator local preponderante, contrariando a regra geográfica. Isso quer dizer que o climograma não é uma ferramenta totalmente precisa para capturar todas as variações climáticas e geográficas de uma região. Um climograma apenas leva em consideração três dados, a saber, o tempo, o índice pluviométrico e a temperatura, deixando de lado outras variáveis como relevo e correntes oceânicas, por exemplo.

Veja também:

Climograma do Paraná

Leia também! Assuntos relevantes