A Era do Rádio, um fantástico filme dirigido por Woody Allen, proporciona ao espectador uma incrível viajem aos tempos do auge do rádio.Numa época onde a televisão inexistia e os meios impressos encontravam alguma decadência em comparação ao mais moderno meio de comunicação. O filme retrata a vida cotidiana de uma família norte-americana nos anos 40, mais precisamente no ano de 1943. Outras cenas coadjuvantes mostram outros personagens. Tudo que o rádio mostrava e fazia, as pessoas incorporavam a adoravam. As crianças, quando ouviam rádio demais, já era associado isso a suas desobediências. ”Ele está ouvindo rádio demais”, porém todos tinham alguma programa favorito. Existia uma série chamada “os vingadores mascarados” que agitava a criançada, todos queriam ter o anel do vingador mascarado... E todos faziam de tudo para ter o tal anel, inclusive roubar(personagem principal). Há também a cena da narração de marcianos que invadem o planeta , causando pânico na população.Todo o filme se baseia em como a população vivia com o novo advento. Começam então novelas, programas de auditório, transmissões ao vivo jornalísticas, noticias sobre a guerra, propagandas, evidenciando a época de ouro do rádio.

Eu gosto muito de ver como era a vida a cinquenta anos atrás, uma vida onde as tecnologias existentes eram precárias.O rádio chega na América do norte logo transforma-se numa rede onde todos podem estar ligados. O rádio era glamouroso, fino, digno de estrelas. O rádio estampava na época o que seria o começo da televisão, pois todos os programas, seriam de alguma forma manejados para o outro meio mais moderno, mas enquanto isso não acontecia o rádio tornava-se dominador, segmentado em diversos programas, um para cada faixa etária, transformando o mundo, unificando mais todas as pessoas.

Leia também! Assuntos relevantes