10 coisas que você precisa saber sobre a crise na Venezuela

O governo de Nicolás Maduro, na Venezuela, vem sendo fortemente criticado por diversos líderes mundiais. Em protestos recentes contra o regime, a polícia causou a morte de mais de 20 pessoas, deixou centenas de feridos e levou mais de 800 líderes da oposição para a cadeia.

Opositores ao governo pedem o restabelecimento da ordem constitucional no país e exigem que prisioneiros políticos sejam libertados e que a ajuda humanitária possa atuar no país. As políticas de Maduro levaram a Venezuela à maior crise de sua história recente e deixarem os cidadãos venezuelanos na miséria, convivendo com a falta de segurança e de suprimentos básicos.


Confira 10 coisas que você precisa saber sobre essa crise:

1 - Desde 1999, quando o falecido Hugo Chávez assumiu o cargo de presidente pela primeira vez, a democracia venezuelana começou a ser progressivamente substituída por uma ditadura. Hoje, o país vê a independência de seus poderes enfraquecida.

2 - Nicolás Maduro foi escolhido por Chávez como seu sucessor antes de sua morte. Ele assumiu o cargo de presidente em 2013.

Nicolás Maduro
Crédito da foto: Indianexpress

3 - A Venezuela está passando por uma profunda crise econômica, que causou a perda de 30% do seu PIB em apenas três anos. O país tem hoje uma hiperinflação anual que ultrapassa os 1.000 pontos percentuais.

4 - A crise começou por causa de uma grande queda dos preços do petróleo em 2014. O país vive uma crise humanitária, onde sua população sofre sem alimentos, medicamentos e produtos básicos. Grande parte dos venezuelanos não consegue comer três vezes ao dia.

Crise de alimentos na Venezuela
Crédito da foto: Downtoearth

5 - Nas eleições legislativas realizadas em 2015, a oposição venceu. Mas, desde então, a Suprema Corte e o Partido Socialista Unido da Venezuela tornaram a legislação inválida.

6 - Em 2016, a oposição solicitou um referendo revogatório para o cargo do presidente Maduro, mas a resistência do Conselho Nacional Eleitoral levou o Judiciário a cancelar o processo.

7 - O Supremo Tribunal emitiu sentenças em 2017 que anularam a Assembleia Nacional. O movimento foi denunciado pela oposição como um golpe de estado.

8 - As ações do Supremo Tribunal provocaram fortes críticas da comunidade internacional. Vários países das Américas condenaram a administração de Maduro.

9 - A oposição fez apelos às forças armadas para que parassem de defender o regime de Maduro, mas os militares permanecem leais ao governo.

10 - A oposição continua colocando os manifestantes nas ruas, até que as forças de segurança do governo recuem. A comunidade internacional também tem feito seu papel ao denunciar o regime repressivo e autoritário de Maduro.


Veja também: