Plantas aéreas terrestres e aquáticas

Plantas aéreas terrestres e aquáticas

Por

O universo da botânica apresenta diversos tipos de plantas, como as plantas aéreas, terrestres e aquáticas. De uma forma geral, as plantas podem ser consideradas estruturas vivas que nascem sobre o solo, a água ou sobre outras plantas.

As plantas aéreas são aquelas que se encontram acima do solo. Um exemplo de planta aérea é a orquídea, uma flor epífita, que se desenvolve sobre outra planta e suga água e nutrientes dela.

As plantas terrestres são as que se desenvolvem em substratos não-submersos, como a terra ou as rochas. Como exemplos de plantas terrestres, temos a palmeira e a samambaia.

Já as plantas aquáticas são aquelas que vivem dentro da água, como rios e lagos. Um exemplo clássico de planta aquática no Brasil é a Vitória-régia, típica da região norte do país.

No caso das plantas aéreas, a principal característica é que elas vivem com outras plantas sem caracterizarem um tipo de parasita. As plantas terrestres têm raízes subterrâneas e uma estrutura completa, com caule, folhas, flores e frutos.

Uma curiosidade sobre as plantas é que elas se desenvolveram inicialmente na água e, mais tarde, com a evolução das espécies, chegaram ao meio terrestre. As plantas aquáticas não têm caule tradicional e precisam de muita exposição ao Sol.

As principais plantas aéreas, terrestres e aquáticas do Brasil são: aguapé, baronesa, alface-d’água, rainha-dos-lagos, marrequinha, erva-de-sapo, vitória-régia e cavalinha.

Leia também! Assuntos relevantes