Os Ciclos Biogeoquímicos


 Compartilhar no facebook
 Compartilhar no twitter


Os Ciclos Biogeoquímicos

Por Amara Maria Pedrosa Silva

Na Natureza, nada se cria, nada se perde, tudo se transforma.

Este é o princípio de conservação da matéria, enunciado por Lavoisier.

Os elementos químicos ora estão participando da estrutura de moléculas inorgânicas, na água, no solo ou no ar, ora estão compondo moléculas de substâncias orgânicas, nos seres vivos. Pela decomposição cadavérica ou por suas excreções e seus excrementos, tais substâncias se decompõem e devolvem ao meio ambiente os elementos químicos, já na forma de compostos inorgânicos.



O Ciclo do Carbono
Essencial para a atividade fotossintética dos seres clorofilados e para a manutenção do calor fornecido pelo Sol, o dióxido de carbono (CO2) entra na composição do ar atmosférico na proporção de 0,04%.

A atividade respiratória dos seres vivos e as combustões em geral, lançam anualmente mais de cinco bilhões de toneladas desse gás na atmosfera, provocando poluição.

O aumento significativo de gás carbônico na atmosfera vem provocando um aquecimento cada vez maior do planeta, reduzindo a perda de calor para o espaço exterior (efeito estufa).

Nos seres vivos, o carbono tem um papel estrutural e seus compostos são consumidos como reservatórios de energia.

Ao fim dos processos respiratórios, que visam a liberação da energia contida nas moléculas orgânicas, o gás carbônico reaparece com um dos produtos finais, sendo devolvido ao meio abiótico para reiniciar o ciclo.


O Ciclo do Oxigênio
Encontrado no ar numa proporção de 20,94%.

Seu ciclo está intimamente ligado ao ciclo do carbono.

Durante a fotossíntese, os organismos retiram CO2 do ambiente e desprendem oxigênio (O2).

O oxigênio liberado para a atmosfera é proveniente da quebra de moléculas de água durante a fotossíntese. À medida que a atividade fotossintética produz e libera O2 livre, esse gás vai sendo reprocessado na respiração aeróbia, restaurando a água como produto final.

Durante a respiração, os seres aeróbios, consomem O2 e liberam CO2 para o ambiente.



O Ciclo do Nitrogênio
Encontrado no ar atmosférico numa proporção de 78,09%, o nitrogênio (N2) é indispensável à formação dos aminoácidos que constituem as proteínas, porém os organismos superiores não conseguem absorvê-lo diretamente do ar.

As plantas absorvem o nitrogênio do solo na forma de nitratos (NO3).

No solo e nos ecossistemas aquáticos, o nitrogênio é transformado em nitratos pelos organismos fixadores de nitrogênio (cianobactérias), pelas bactérias nitrificantes e pelos decompositores.

As descargas elétricas dos relâmpagos combinam átomos de nitrogênio com átomos de oxigênio, formando nitratos que se precipitam para o solo.

As bactérias do gênero Rhizobium que formam nódulos nas raízes das leguminosas, retêm o nitrogênio livre, formando nitratos. Elas se nutrem dos carboidratos produzidos pelas leguminosas e fornecem os nitratos que produziram. As cianobactérias também são capazes de assimilar o nitrogênio livre, produzindo nitratos. Alguns fungos também são assimiladores de N2.

Entretanto os decompositores e as bactérias nitrificantes do solo desempenham os papeis mais importantes no ciclo do nitrogênio.

As bactérias de putrefação decompõem as proteínas produzindo, entre outros, a amônia (NH3) e os íons amônio (NH4+). Algumas plantas absorvem os íons amônio.

As bactérias nitrificantes ou nitrosas (Nitrosomonas sp. e Nitrosococcus sp.) oxidam a amônia dando ácido nitroso que reage com outras substâncias e origina nitritos (NO2).

As bactérias nítricas (Nitrobacter) oxidam os nitritos em nitratos.

As bactérias denitrificantes decompõem a uréia e a amônia, liberando nitrogênio molecular para a atmosfera.



O Ciclo da Água
A água no estado líquido está continuamente evaporando.

Nas altas camadas atmosféricas ela se condensa, formando as nuvens, de onde resultam as chuvas. Ela pode também se precipitar na forma de neve ou de granizo.

A precipitação pluvial ocasiona a formação de lençóis subterrâneos e de nascentes de rios. Os rios drenam para os mares.

Parte dessa água é absorvida pelos seres vivos e utilizada em seu metabolismo. Através da transpiração, respiração e excreção os seres vivos devolvem a água para o ambiente.



O Ciclo do Cálcio
Todos os minerais (cálcio, ferro, fósforo, enxofre, etc.) circulam pelos seres vivos, pela água, pelo ar e pelo solo. Vamos tomar como exemplo o cálcio.

Os carbonatos e fosfatos de cálcio são encontrados na organização do corpo dos espongiários (espículas), corais, conchas de moluscos, carapaças de crustáceos e nos esqueletos dos equinodermos e dos vertebrados.

Após a morte desses animais, essas estruturas se decompõem lentamente e seus sais se dissolvem na água e no solo.

Com o passar do tempo, pode ocorrer a deposição e sedimentação desses sais, surgindo os terrenos sedimentares de calcário (mármore, etc.).

A erosão das rochas calcárias devolve os sais de cálcio para as águas onde poderão voltar a ser absorvidos pelos seres vivos.


Fonte: http://www.aprendaki.webcindario.com/textos/ecologia.htm
Autor: Amara Maria Pedrosa Silva
Foto: http://www.pauloferraz.com.br/fotosplantas/ciclo_caborno_estufa.jpg
Licença: Creative Commons License





Saiba mais

Buscas relacionadas a Os Ciclos Biogeoquímicos em Biologia.


[ Pesquisa escolar lida 140552 Vezes - Categoria: Biologia ]


Leia também! Assuntos relevantes.

Aquecimento global causou a tragédia em SC
País - A chuva que já fez mais de 80 mortes em Santa Catarina tem seu nascedouro no aquecimento global. “Isso é uma demonstração do que as mudanças...
Lido: 15353 Vezes

Efeitos do Aquecimento Global
Devido aos efeitos potenciais sobre a saúde humana, economia e meio ambiente o aquecimento global tem sido fonte de grande preocupação. Algumas import...
Lido: 29007 Vezes

O Maior Agente de Contribuição para o Efeito Estufa...
Quem contribui para o Efeito Estufa? A maior parte da retenção de raios infravermelhos (calor) é devida ao vapor d’água. Se o planeta se aquecer por ...
Lido: 18128 Vezes

Dia Mundial do Meio Ambiente
O Dia Mundial do Meio Ambiente é celebrado, anualmente, em 5 de junho. Em 2012, o evento será sediado pelo Brasil, com o tema 'Economia Verde: Ela te ...
Lido: 6425 Vezes

A Geografia e o Meio Ambiente na Nova Ordem Mundial
No cenário da Nova Ordem Mundial, as questões se tornam cada vez mais mundiais e cada vez menos estritamente locais. Destaca-se, entre essas questões ...
Lido: 99290 Vezes

Efeitos do Aquecimento Global no Brasil
Consequências do Aquecimento Global no Brasil É uma luta na qual não estamos preocupados. Todos falam para fazer algo contra o aumento da temperatura...
Lido: 19697 Vezes

Como podemos cuidar do meio ambiente?
Pequenas atitudes que causam grandes impactos. Esse pode ser o lema a nos mover para preservar o meio ambiente. Construir um modo de vida que mante...
Lido: 14929 Vezes

O homem não está causando o aquecimento global!
Alguns cientistas são céticos em relação ao aquecimento global e afirmam que o homem não é o causador desse problema. Cientistas russos, por exemplo, ...
Lido: 4741 Vezes

Importância da Química para o Meio Ambiente
A partir da década de 60 o mundo foi tomado por uma nova ordem. A informação transformou nosso planeta em um sistema único e cada vez mais integrado. ...
Lido: 44017 Vezes

Os Efeitos do Consumismo Sobre o Meio Ambiente
O consumismo é uma característica das pessoas criadas no capitalismo na qual consomem muitas vezes sem necessidade. Buscam o bem-estar na compra de be...
Lido: 14899 Vezes

Sugestão de Busca Escolar

Sites

Encceja
Enem
SISU
Prouni
FIES
Relacionamento

Fale Conosco
Feed / RSS

Comunidade no Google +
Comunidade no Twitter


Novidades no seu e-mail

Estudantes Online
Sobre o Grupo Escolar

GrupoEscolar.com - Todos direitos reservados

Todo o conteúdo do site é retirado da internet e/ou enviado pelos estudantes.

Caso algum conteúdo infrinja direitos autorais entre em contato que adicionaremos crédito ou retiraremos o mesmo.

As opiniões expressas nos textos são de responsabilidade dos seus autores.

Somos apenas um veículo de comunicação e não compactuamos com nenhuma opinião sobre nenhum tema.