Jacques Bossuet

Por

Jacques Bénigne Bossuet nasceu em uma família de magistrados, o que lhe resultou em uma educação em Dijon, França em um colégio de jesuítas. Aos quinze anos estudou teologia no College de Navarre e foi ordenado a padre no ano de 1625, assim que terminou seu doutorado.

Jacques teve fama devido suas pregações ao rei Luís XVI e com isso acabou sendo solicitado como tutor do filho mais velho do rei Delfim, logo depois acabou se tornando conselheiro do rei, mas para isso teve que aprender como funcionava a política mediante a corte real. Quando foi nomeado a bispo, Jacques deixou a corte, mas não cortou relações com o rei.

Apesar de ser religioso, Jacques defendia a ideia do poder do rei, chegou a formular um documento no qual defendia a necessidade do papa estar atento para as questões religiosas e não as seculares, deixando-as para ser resolvidas pelo rei. Algo que pode ser comprovado segundo seu livro Politica Tirada das Santas Escrituras de 1708, no qual Jacques defendia o direito divido ao soberano rei, ou seja, qualquer revolta seria um crime, mas, para não dizer que Jacques apenas facilitava para o lado do rei, no tratado dizia que o rei não poderia abusar do poder.

Jacques também defendia o jansenismo, uma doutrina que pregava a salvação de pessoas que eram escolhidas pelo próprio Deus. Jacques Bossuet faleceu no ano de 1704.

Leia também! Assuntos relevantes