Febre Tifóide

A febre tifóide é uma doença causada pela bactéria Salmonella Typhi. Febre tifóide é mais comum nos países em desenvolvimento, onde afeta em torno de 21,5 milhões de pessoas anualmente. A febre tifóide pode ser prevenida, e geralmente é tratada com antibióticos.

Sinais e sintomas da febre tifóide
Pessoas com febre tifóide geralmente têm febre tão alta quanto 39° a 40° C. Elas também podem se sentir fracas, ter dor estomacal, dor de cabeça ou perda de apetite. Em alguns casos, pacientes apresentam manchas rosadas. A única forma de saber com certeza se tem febre tifóide é fazer testes de sangue ou fezes para detectar a presença da bactéria Salmonella Typhi.

Como a febre tifóide se espalha
A bactéria Salmonella Typhi vive somente em humanos. Pessoas com febre tifóide carregam essa bactéria na corrente sanguínea e trato intestinal. Adicionalmente, um pequeno número de pessoas -- chamadas de portadores -- recuperam-se da febre tifóide, porém continuam a carregar a bactéria. Tanto as pessoas doentes quanto as portadoras carregam a Salmonella Typhi na fezes. A pessoa pode pegar febre tifóide ao ingerir alimentos ou bebidas que foram manuseadas por uma pessoa com a bactéria Salmonella Typhi, ou se o sistema de águas usado para beber ou lavar alimentos for contaminado. Desta forma, a febre tifóide é mais comum em lugares onde lavar as mãos é menos freqüente e onde água tem maior probabilidade de ser contaminada. Assim que a bactéria é ingerida ela se multiplica e espalha na corrente sanguínea. O corpo reage com febre e outros sinais e sintomas.

Prevenção da febre tifóide
Há duas ações básicas para prevenção da febre tifóide:
1. Evitar alimentos e bebidas perigosos.
2. Ser vacinado contra febre tifóide.

Ao viajar para áreas de risco de febre tifóide lavar o que ingere é tão importante quanto ser vacinado. Isso porque as vacinas não são completamente efetivas contra a febre tifóide. Evitar comidas perigosas também ajuda o viajante a se proteger contra outras doenças como diarréia, cólera, disenteria e hepatite A.

Tratamento da febre tifóide
Procure um médico imediatamente caso suspeite ter febre tifóide. O médico provavelmente dará antibiótico para tratamento da doença. O três antibióticos mais comumente receitados são ampicilina, trimetoprima-sulfametoxazol e ciprofloxacina. As pessoas tratadas com antibióticos geralmente começam a se sentir melhor em 2 a 3 dias, mortes raramente ocorrem. Porém, pessoas que não receberem tratamento podem continuar a ter febre por semanas ou meses, sendo que até 20% podem morrer de complicações decorrentes da infecção.

Os perigos da febre tifóide não terminam quando os sintomas desaparecem
Mesmo depois que os sintomas desaparecerem, a pessoa ainda pode estar carregando a bactéria Salmonella Typhi. Desta forma, a febre tifóide pode retornar, ou a pessoa pode passar a doença para outros. Quando o paciente estiver passando por tratamento para febre tifóide é importante que ele:

* Continue tomando os antibióticos prescrevidos pela tempo que o médico mandou.

* Lave as mãos cuidadosamente depois de usar o banheiro, e não prepare ou sirva alimentos para outras pessoas.

Após terminado o tratamento, o médico deverá pedir exame de fezes para certificar-se que o paciente não carrega mais a bactéria Salmonella Typhi.

Leia também! Assuntos relevantes