Esgoto e saneamento básico

Esgoto e saneamento básico

Por

O saneamento básico é o conjunto de técnicas aplicadas com o objetivo de garantir a manutenção da saúde do homem. Entre esses procedimentos temos os cuidados com a água, com o esgoto e com o lixo.

O saneamento básico dá destinação aos resíduos gerados pelo homem, limpa as águas para que sejam reaproveitadas e evita as condições para a proliferação de doenças.

Um dos trabalhos mais importantes dentro do saneamento básico é o de tratamento do esgoto.Todas as residências devem ter rede de esgoto, que consiste em canos subterrâneos que levam os resíduos para as estações de tratamento.

Chamamos de esgoto as águas residuais geradas de forma comercial, industrial ou doméstica. Essas águas podem ter lixo, fezes, urina e muitos agentes patogênicos. Por isso, elas devem ser direcionadas às estações de tratamento, onde serão tratadas antes de serem despejadas novamente em rios, mares ou lagos.

O problema é que em muitos lugares do mundo a população ainda não conta com rede coletora de esgoto nas residências, o que leva essa água contaminada diretamente para os rios e mares, prejudicando o meio ambiente e a saúde humana. Nesses casos, onde a rede de esgoto não existe, é necessária a utilização de fossas, que devem ser construídas longe de poços artesianos e cisternas.

No Brasil, o lançamento indiscriminado de águas residuais domésticas em mares e rios se apresenta como um dos piores problemas de saúde pública, uma vez que cerca de 32 milhões de metros cúbicos de águas residuais são geradas por dia no país, apenas 14 milhões são coletados e somente 4,8 milhões de metros cúbicos de esgoto são tratados.

As águas residuais apresentam matéria orgânica e mineral, alta quantidade de bactérias e outros organismos e agentes químicos que podem levar a uma série de doenças. Assim, é fundamental que o esgoto seja bem tratado numa estação adequada antes de voltar para a natureza.

Leia também! Assuntos relevantes