A Torre Eiffel, inaugurada em 31 de março de 1889, foi construída com o objetivo de celebrar os cem anos da revolução francesa, que chegou ao fim no ano de 1799, alterando toda a estrutura social e política do país. Houve, para a ocasião, uma exposição mundial e um concurso de design arquitetônico para o monumento, que teria lugar para sua construção no centro de Paris. Foram mais de cem projetos enviados, e destes, o Comitê do Centenário escolheu o projeto do engenheiro chamado Gustave Eiffel, e foi daí que veio o nome da torre conhecida mundialmente até hoje.

À época em que foi construída, muitos consideraram a Torre como uma ameaça estética à cidade de Paris, havendo, inclusive, uma carta de protesto dos artistas contra a torre. Para eles, uma torre de ferro no coração de Paris não condizia com a elegância da cidade. Ainda assim a torre foi erguida, levando dois anos para ser finalizada.

Durante a época de sua construção e inauguração, tratava-se, inclusive, da maior estrutura metálica já construída pelo homem, acompanhada de uma tendência arquitetônica. A estrutura possui 300 metros de altura, e na sua inauguração pesava mais de 7 mil toneladas, tendo, atualmente, um peso estimado superior as 10 mil toneladas.

Torre Eiffel

No ano de 2009, ano em que celebrou seus 120 anos, houve uma redefinição de sua silhueta e uma reforma no último andar, onde fica a plataforma panorâmica, assim como um aumento bastante significativo da área acessível ao público, que passou de 280 metros quadrados para 580 metros quadrados. Estima-se que a torre receba em média, anualmente, 7 milhões de pessoas.

Estava previsto, entretanto, que, ao fim da construção, o direito da exploração ligado à convenção para a construção da torre durasse apenas 20 anos. Depois disso, deveria ser destruída, porém em decorrência do sucesso que obteve na Exposição Universal, recebendo 2 milhões de visitantes, tornou-se símbolo da potência industrial francesa da época, e foi mantida pela França. Gustave Eiffel, entretanto, teve um importante papel para que ela não fosse destruída, provando a sua utilidade científica quando multiplicou experiências científicas no que se refere à astronomia e a fisiologia. O que salvou a torre da destruição, entretanto, foi seu uso como antena de rádio para comunicações militares, e posteriormente para a comunicação radiotelegráfica permanente.


Quem foi Gustave Eiffel?


Gustave Eiffel

Nascido em Dijon, em 15 de dezembro de 1832, Alexandre Gustave Eiffel foi um engenheiro que, além de participar da torre que leva seu nome, teve papel significativo na construção da Estátua da Liberdade em Nova York. Faleceu aos 91 anos, em 27 de dezembro de 1923 em Paris.

Fundador de sua própria empresa, Eiffel ainda teve como projetos de destaque a galeria das máquinas para a exposição universal de Paris em 1867, o Viaduto de Garabit, sobre o rio Truyère, ao sul da França (esta considerada a ponte mais alta do mundo em sua época), a cúpula do observatório de Nice, entre muitos outros não só na França, mas em outros países, incluindo o Farol de Salinópolis, o Farol de São Tomé e o Reservatório de São Brás, os três no Brasil.

Leia também! Assuntos relevantes