Euglenophyta

Por

Na biologia, Euglenophyta é o nome dado a um dos filos que englobam as algas. Este filo conta especificamente com algas protistas que possuem flagelos para sua locomoção. Neste grupo, estão mais de 900 espécies já catalogadas.

As algas classificadas no Filo Euglenophyta vivem em áreas com água doce e com muita matéria orgânica. Elas também podem ser encontradas em alguns ambientes marinhos.

De uma forma geral, essas algas são caracterizadas por uma estrutura unicelular, por sua capacidade de vida livre (não parasitas), por um perfil heterotrófico (retira alimento do meio ambiente que habita) e pela presença dos flagelos.

Características das algas do Filo Euglenophyta

Essas algas se alimentam de partículas sólidas que ficam na água, como compostos orgânicos. Esses organismos não contam com parede celular com resistência ao redor da membrana plasmática. O interior das algas é repleto de proteínas que fazem o papel da sustentação da membrana.

As Euglenophytas têm dois flagelos, um maior e outro menor, que são basicamente utilizados para locomoção. As algas também apresentam um sistema fotossensível e um vacúolo contrátil, que retira o excesso de água do seu interior.

No que diz respeito à reprodução, essas algas utilizam a divisão mitótica, ou seja, elas não apresentam reprodução sexuada. A reprodução acontece pelo processo de bipartição longitudinal, com duplicação das organelas que ficam no interior da alga. Cada divisão dá origem a duas novas euglenophytas.

Além disso, as algas euglenophytas possuem estrutura celular considerada flácida.

Mais sobre as algas do Filo Euglenophyta

Essas algas fazem parte do gênero Euglena, e são compostas por uma única célula, sendo classificadas como organismos unicelulares. Existem espécies clorofiladas e aclorofiladas.

O órgão de orientação dessas algas é o chamado estigma, uma estrutura fotossensitiva que faz com que elas se movam sempre em direção a uma fonte de luz.

Leia também! Assuntos relevantes