Estudo indica que atividades físicas podem reduzir o risco de 13 tipos de câncer

Estudo indica que atividades físicas podem reduzir o risco de 13 tipos de câncer

Por

Diversos estudos têm demonstrado que as mortes por câncer estão diminuindo em todo o mundo, apesar de o número de novos casos aumentar anualmente. Essa situação ocorre porque os tratamentos contra a doença estão se tornando mais efetivos.

No entanto, o que os médicos afirmam é que os casos de câncer poderiam ser reduzidos se a população se tornasse consciente em relação aos hábitos de vida. Isso porque grande parte dos novos diagnósticos de câncer tem relação com a obesidade e o aumento da idade média da população mundial.

Se todos fizessem um esforço para obter uma vida mais saudável, o câncer poderia se tornar uma doença menos preocupante. Entre as atividades que ajudam a evitar o desenvolvimento do câncer está a prática de exercícios físicos diários.

Segundo um estudo envolvendo 1,44 milhões de pessoas, publicado no JAMA Medicina Interna, existe uma ligação entre níveis mais elevados de atividade física e menor risco de desenvolvimento de 13 tipos de câncer. O efeito mais forte foi observado no caso do câncer de esôfago, com o risco 42% mais baixo.

De acordo com a pesquisa, a atividade física também diminui o risco de câncer de fígado em 27%, o risco de leucemia em 20%, e o risco de câncer de mama em 10%. Em geral, o aumento da atividade física foi associado com um risco mais baixo de 7% no desenvolvimento de outros tipos de câncer.

Os benefícios do exercício físico contra o câncer

Embora o exercício físico tenha reduzido o risco de câncer de pulmão em 26%, este efeito foi encontrado principalmente em fumantes atuais e antigos. O exercício físico também tem sido apontado como benéfico por reduzir o risco de doença cardíaca.
Neste estudo, foram analisados grupos de pacientes nos Estados Unidos e na Europa. Os participantes relataram a prática de atividade física entre 1987 e 2004.

Os dados foram comparados à incidência de 26 tipos de câncer durante 11 anos. Os pesquisadores avaliaram atividades moderadas e vigorosas, como caminhar, correr e nadar.

O estudo apontou, entre outras coisas, que caminhar 150 minutos por semana é altamente recomendado. Além disso, os pesquisadores concluíram que até mesmo algumas poucas horas de atividade física por semana reduzem o risco de câncer de mama, cólon e câncer de pulmão. Quanto mais atividade, mais benefícios!

A equipe de pesquisadores espera que esta descoberta possa ajudar a incentivar aqueles que estão com sobrepeso ou obesidade a buscarem uma vida fisicamente ativa. Saiba que é possível diminuir o risco de câncer, simplesmente puxando ervas daninhas, cortando a grama ou plantando flores no seu quintal!

Leia também! Assuntos relevantes