Cristóvão Colombo

Cristóvão Colombo

Por

Cristóvão Colombo foi um cartógrafo e navegador. Ele marcou seu nome na história ao se tornar o primeiro europeu a chegar às Américas.

Colombo descobriu as Américas no dia 12 de outubro de 1492. O navegador tinha gosto pela geografia e pela astronomia.

Cristóvão Colombro fez sua primeira viagem marítima aos 14 anos. Quando alcançou os 20 anos, ele já era comandante de embarcações.

Entre os anos de 1470 e 1476, Colombo viajou por rotas comerciais do Mediterrâneo e trabalhou como corsário. Depois disso, ele foi viver em Lisboa, Portugal, onde permaneceu por cerca de 10 anos.

Segundo registros históricos, Colombo viajou para a Inglaterra em 1477. Ele também percorreu várias vezes o caminho entre Lisboa e a Ilha da Madeira.

Cristóvão Colombo se casou com a portuguesa Felipa Moniz, com quem teve um filho. Depois da morte de sua esposa, Colombo colocou na cabeça a ideia de chegar às Índias, seguindo em direção ao Ocidente.

Colombo fez cálculos e elaborou um plano de viagem que foi oferecido a Portugal. Na época, Portugal recusou a aventura e Colombo partiu para Castela, província da Espanha.

O navegador apresentou o projeto aos Reis Fernando e Izabel, que depois de um tempo passaram a apoiá-lo. Em 1492, Colombo assina um tratado com os reis espanhóis.

As despesas da expedição foram custeadas pela Coroa espanhola e por banqueiros genoveses de Sevilha.

Colombo partiu em 3 de agosto de 1492, saindo do porto de Palos. Ele tinha uma frota de 3 caravelas, Santa Maria, Pinta e Niña, que abrigavam cerca de 90 homens.

Em 12 de outubro de 1492, Colombo chegou à ilha de Guanaani, nas Bahamas. Entre 1493 e 1502, ele passou por Cuba, Haiti, Porto Rico, Jamaica, Guadalupe e Antilhas.

Finalmente, em 1504, Colombo retornou para a Espanha. No ano seguinte, o navegador morreu e ficou conhecido como o descobridor de um Novo Mundo.

Leia também! Assuntos relevantes