Câncer colorretal

Câncer colorretal

Por

O câncer colorretal se desenvolve a partir de tumores que se desenvolvem entre o intestino grosso (o cólon) e o reto. Na maior parte dos casos é possível tratar, se for detectado precocemente, antes de se espalhar para outros órgãos, é grande a chance de cura.

A maioria desses tumores se desenvolve a partir de pólipos, lesões benignas que podem crescer na parede interna do intestino grosso. Um jeito de prevenir o surgimento de tumores dessa natureza é a detecção e remoção cirúrgica dos pólipos antes que eles se tornem malignos.

A alimentação é uma aliada na prevenção de câncer colorretal. Recomenda-se uma dieta rica em vegetais e pobre em gordura, sobretudo a saturada; deve-se evitar também o consumo exagerado de carne vermelha.

Pessoas acima dos 50 anos são mais propensas a desenvolver o câncer, além disso, a predisposição genética, o baixo consumo de cálcio, a obesidade e o sedentarismo, são fatores de risco.

Algumas doenças podem evoluir e provocar a formação de tumores, portadores de doenças inflamatórias do intestino ou doenças hereditárias, como polipose adenomatosa familiar (FAP) e câncer colorretal hereditário sem polipose (HNPCC) devem estar sempre atentos.

Situações recorrentes de diarreia ou prisão de ventre, gases ou cólicas, sangue nas fezes, sangramento anal e sensação de que o intestino não se esvaziou após a evacuação são os sintomas mais comuns.

Leia também! Assuntos relevantes