Amebíase

Por

A amebíase é uma doença provocada por amebas e caracterizada por disenteria, vômitos e cólicas intestinais. São várias as espécies de amebas, mas a única que pode causar doenças é a E. histolytica, que afeta até 10% da população mundial.

Nestes casos, a ameba pode se instalar no organismo como um parasita que causa lesões no fígado, nos pulmões e, até mesmo, no cérebro. A doença é contraída pela ingestão de cistos presentes em água e alimentos contaminados.


Como a ameba age no organismo?

Dentro do organismo, a ameba passa pelo estômago e segue para o intestino delgado. Em seguida, o parasita vai para o intestino grosso, onde inicia uma colônia e se alimenta de detritos e bactérias.

Em condições favoráveis, a ameba pode invadir a mucosa intestinal e atingir outros órgãos. O primeiro sintoma evidente da doença é a liberação de sangue nas fezes, um resultado direto da ruptura de vasos sanguíneos na mucosa intestinal.


O que é a amebíase?

A amebíase é uma infecção causada por parasita. A doença afeta principalmente o intestino e tem prevalência entre a população que vive em áreas sem saneamento básico.

A amebíase é causada pelo parasita Entamoeba histolytica, encontrado em água ou alimento contaminado. O parasita libera cistos que podem resistir por meses no ambiente, principalmente nas fezes, na água e no solo.

A doença também pode ser detectada por sintomas como desconforto abdominal, febre e calafrios. Em casos mais graves, a enfermidade afeta o sistema circulatório e diversos órgãos do corpo, podendo evoluir para a morte do paciente, caso não seja tratada.


Os riscos de contaminação

A falta de higiene e a manipulação inadequada de alimentos podem aumentar os riscos de contaminação. O período de incubação é variável, mas, de uma forma geral, pode durar de duas a quatro semanas.

O diagnóstico da doença pode acontecer por meio de exame de endoscopia ou proctoscopia. A melhor forma de prevenção é reforçar medidas higiênicas, como lavar bem alimentos com frutas e verduras, investir em saneamento básico, consumir água de fontes potáveis, lavar as mãos com frequência, principalmente depois de ir ao banheiro.

Se você notar qualquer sintoma semelhante aos citados neste artigo, procure um atendimento médico com a máxima urgência para diagnosticar o problema. O diagnóstico precoce é a melhor forma de evitar complicações da amebíase.

Leia também! Assuntos relevantes