A Reforma de Calvino

A Reforma de Calvino

Por

A Reforma de Calvino, também chamada de Movimento Calvinista, foi conduzida por João Calvino. O período histórico deste movimento aconteceu por volta de 1499, quando a Suíça começou a receber grande influência das ideias luteranas, levadas ao país por Ulrich Zwinglio. Essas ideias logo foram absorvidas pela burguesia da época.

Como um resultado da Reforma Luterana surgiu a Reforma Calvinista, um movimento protestante que se tornou uma doutrina forte, criada e introduzida pelo francês João Calvino, que vivia como refugiado na Suíça.

Essa nova doutrina e as ideias protestantes levaram a diversos conflitos contra os católicos entre os anos de 1529 e 1531. Calvino pregava que o princípio da predestinação absoluta explicava o destino dos homens na Terra. Para ele, apenas a vontade de Deus determinava os escolhidos para terem direito à salvação eterna.

A burguesia europeia se identificou com a doutrina calvinista, fazendo com que esta reforma se espalhasse rapidamente pelo continente. Na prática, a doutrina calvinista teve uma expansão ainda mais rápida do que a doutrina luterana.

Com o tempo, o calvinismo ganhou nomenclaturas diferentes nos vários países da Europa, sendo chamado de movimento presbiteriano na Escócia, e de puritanos na Inglaterra.


Quem foi João Calvino?

João Calvino foi um líder reformista perseguido na França. Ele fugiu para a Suíça em busca de refúgio porque defendia as ideias protestantes.

Calvino publicou a obra "Instituição da Religião Cristã", onde apresentava uma ruptura com os dogmas católicos. Ele criou uma igreja simples e sem o culto às imagens dos santos. Apenas o batismo e a eucaristia foram mantidos da fé católica na doutrina calvinista.

João Calvino pregava que Deus concedia a cada pessoa uma vocação particular para sua própria glorificação. Em pouco tempo, ele se tornou um líder religioso e político e passou a implantar leis para controlar a vida religiosa, social, moral e política dos fiéis.

Os calvinistas eram reconhecidos por sua seriedade, austeridade e pela grande dedicação ao trabalho. Na Escócia, os calvinistas surgiram com o apoio de John Knox, fundador da Igreja Calvinista organizada por conselhos de pastores, também chamados de presbíteros. Por isso, a religião ganhou o nome de presbiteriana.

Leia também! Assuntos relevantes