4 de Julho, a Independência dos EUA

4 de Julho, a Independência dos EUA

Por

A Independência dos Estados Unidos é celebrada no dia 4 de julho, com festa, queima de fogos de artifício e grandes eventos esportivos. Nesse dia, as ruas das cidades norte-americanas, principalmente as maiores, como Nova Iorque e Philadelfia, se enfeitam com o símbolo máximo do nacionalismo americano – A Bandeira dos Estados Unidos. Tudo ganha as cores azul, vermelho e branco e os norte-americanos saem às ruas com suas famílias para acompanhar as chamadas “parades”, os desfiles cívicos.

O movimento de independência dos Estados Unidos, que acabou com as 13 colônias inglesas na América, foi liderado por Thomas Jefferson. A indepedência veio em 4 de julho de 1776.

Os Estados Unidos eram colônia de povoamento da Inglaterra. A colonização aconteceu no século 17 e deu origem às 13 colônias inglesas - Pensilvânia, New York, New Jersey, Delaware, Massachussetts, New Hampshire, Rhode Island, Connecticut, Virginia, Maryland, Carolina do Norte, Carolina do Sul e Georgia.

No século 18, a Inglaterra entrou em confronto com a França. Em 1756, teve início a Guerra dos Sete Anos, e a Inglaterra perdeu força política. Assim, os colonos ingleses passaram a difundir uma forte consciência de sua força militar.

As 13 colônias decidiram se unir pelo ideal da independência, pois haviam percebido que os ingleses estavam restringindo a liberdade dos colonos, principalmente no que diz respeito às práticas comerciais, e estavam cobrando impostos abusivos.

Em 1767, o Parlamento britânico aprovou a Lei do Chá, que dava monopólio de comercialização do produto à Cia Inglesa das Índias Orientais. Essa foi a gota d’água para que os colonos se reunissem num congresso para planejar medidas para lutar contra às ordens inglesas.

Em 1776, os colonos decidiram romper com a Inglaterra e aprovaram a Declaração da Independência, escrita por Thomas Jefferson. Vários conflitos começaram e a Guerra pela Independência durou até 1781, liderada por George Washington.

França, Espanha e Holanda apoiaram os colonos. Finalmente, em 1783, a Inglaterra reconheceu a independência das 13 colônias da América do Norte.

A declaração de independência dos Estados Unidos da América é inspirada nos ideais do Iluminismo, defendendo a liberdade individual e o respeito aos Direitos Fundamentais do ser humano.

Leia também! Assuntos relevantes