Guerra do Peloponeso

História
Por

Duas alianças que detinham o poder na Grécia Antiga travaram a Guerra do Peloponeso, um conflito causado pelo confronto de interesses entre a Liga do Peloponeso e a Liga dos Delos.

A Liga dos Delos era controlada por Atenas, enquanto a Liga do Peloponeso era liderada por Esparta. A Guerra do Peloponeso aconteceu entre 431 e 404 a.C. A compreensão deste fato permite entender melhor o papel das cidades-estados e como elas lutavam para deter o poder.

Mas, antes do conflito de fato, em 479 a.C., Atenas derrotou os Persas que tentavam ampliar seu território, realizando invasões, formando a Liga de Delos, responsável por impedir a presença dos persas na área do Mediterrâneo. A liga tinha o objetivo de garantir a segurança em Atenas.

A Liga de Delos, junto com as riquezas, foi transferida para Atenas, que começou a crescer mais, a ganhar projetos arquitetônicos que se tornaram bastante característicos, com obras públicas que deixaram a cidade muito bonita.

Grécia antiga cidade

Atenas também se destacava por causa da democracia ateniense, com uma nova maneira de posicionar o cidadão na sociedade, com direitos para quem fosse descendente de pai e mãe atenienses. A quantidade de camponeses médios aumentou bastante em Atenas nesse período.

Planejando a guerra

Atenas exercia uma grande influência sobre outras cidades-estados por causa de sua cultura, democracia e exemplo de cidadania, com uma organização social que chamava a atenção do mundo grego. Porém, somente algumas polis usavam a democracia como modelo de organização social, enquanto outras ainda eram oligárquicas, onde poucas pessoas detinham o poder, formando então, junto com Esparta, a Liga do Peloponeso, uma aliança das cidades que não se identificavam com o formato de Atenas.

Travando batalha

As duas ligas entraram em combate na conhecida Guerra do Peloponeso, um duelo para marcar quem detinha mais poder, Esparta ou Atenas. Na época do conflito, muitas polis registravam instabilidade interna e contavam com as forças de Esparta ou Atenas para amenizar os problemas.

Outro duelo se destacava bastante na região, o conflito entre Corinto e Atenas, duas zonas portuárias, algo que piorou ainda mais a luta entre as duas ligas.

Soldados no campo de batalha

Esparta foi vencedora da Guerra do Peloponeso, derrotando Atenas e causando união na região do Mediterrâneo, nas cidades-estados. Apesar de ter sido derrotada, Atenas ainda detinha o poder cultural do mundo ocidental. Os conflitos foram longos e a guerra só terminou em 404 a.C.

Compartilhe