Georges Méliès, o gênio que transformou o cinema em arte

O gênio francês Georges Méliès está de volta à moda. Este artista e ilusionista foi quem aproveitou a magia do cinema para demonstrar as enormes possibilidades do que viria a ser a sétima arte. Este grande visionário foi homenageado recentemente pelo Google através de uma bela homenagem sob a forma do Doodle interativo, o primeiro em 360º que utiliza a realidade virtual de forma pioneira.

Assim, o Google reconhece a capacidade inventiva e transformadora que o grande Méliès mostrou há mais de um século. O diretor nascido em Paris em 1861 logo mostrou as enormes capacidades do filme, além de gravar e reproduzir a realidade.

Mas Méliès era muito mais que um mero cineasta. Quase como um homem do Renascimento, ele tentou todas as artes, do ilusionismo ao desenho, pintura, caricatura, humor, literatura, cenografia, atuação, etc.

Doodle interativo


Georges Méliès, o diretor que mostrou as possibilidades do cinema

Nos seus primeiros anos, após a invenção dos irmãos Lumière, o cinema era pouco mais que um plasma de realidades, isto é, uma maneira de registrar o mundo como se fosse um documentário.

No entanto, o gênio francês viu muito mais nesta nova arte. Para ele, a câmera ofereceu uma infinidade de possibilidades, destacando-se como um grande criador de efeitos especiais e diretor de excelentes obras de ficção científica como "Journey to the Moon".

Assista:

Méliès participou de todos os detalhes de suas obras, desde o ator principal até o último técnico. Assim, dada a sua capacidade de invenção e reinvenção, ele também se tornou uma espécie de visionário.

Ele já previu a chegada do homem na Lua ou a perfuração do túnel para criar o Canal da Mancha que liga a França à Grã-Bretanha.

Georges Méliès e a Lua

E, claro, ele foi um revolucionário de efeitos especiais. Ele demonstrou as amplas possibilidades do cinema há mais de 100 anos, com efeitos como o de uma cabeça que explode ou que se vê sete vezes em um único quadro.

Não há dúvida de que toda homenagem a Georges Méliès é pequena. É por isso que amamos esse detalhe do Google com o gênio francês. Um inovador "doodle" que, sem dúvida, ficará na história.


Veja também:

Charles Chaplin

Leia também! Assuntos relevantes