Como redigir uma excelente redação?

Hoje em dia, nos diversos processos seletivos e concursos que são prestados pelas pessoas que desejam acessar, ou uma faculdade, ou um emprego ou num trabalho para um órgão público, é exigido que todos descrevam uma redão, com um tema pré-definido, no limite de linha que varia entre 15 e 25.

Essas redações devem ser coerentes, ter uma boa escrita, fazer sentido, apresentar dados relevantes, assim como conhecimentos do autor para o assunto tratado. Deve ser de uma forma que consiga prender a atenção do leitor, de modo que ele se interesse a chegar até o final da redação.

Para que isso aconteça, a pessoa que a está redigindo deverá ter um conhecimento, mesmo que mínimo, da língua portuguesa, com suas regências, concordâncias e pontuações.

O fato de não ter um conhecimento, mesmo que mínimo, já é uma situação que poderá prejudicar a pessoa, pois alguns erros de português podem ser até relevados, mas alguns, crassos, imperdoáveis. Por isso, um pouco de conhecimento e atenção quanto à língua portuguesa faz muito bem, não só para a redação, como também para a vida da pessoa, de uma forma geral.

Para que você não fique perdido quando se deparar com uma redação, este texto foi elaborado para te ajudar a ter noções de como desenvolver uma. Fique atento quanto às dicas e boa sorte, num desafio futuro.


Como deve ser uma redação?


Pessoa iniciando a escrita no caderno

A redação é o momento em que a pessoa expõe todo o seu conhecimento sobre o assunto, e com isso, descrever a sua opinião, apresentando-a. Com isso, é importante que a sua redação tenha:

Clareza – não deixe nada subentendido na sua redação, nem que o leitor tente decifrar o que você quis dizer com determinada frase. Deixe claro e evidente todo o conteúdo da sua redação. Tenha em mente que é você quem está expressando a sua opinião, argumentando, expondo as suas ideias, portanto, deixe-as todas muito bem entendidas.

Coerência – essa é um fator primordial para quem quer escrever bem. É extremamente importante que o seu texto seja coerente. Para que isso aconteça, estabeleça uma ordem para que as ideias possam se completar e formar o texto. Explique, mostre as suas ideias e as consequências delas.

Ênfase – Dê ênfase ao assunto utilizando palavras fortes, com vários sinônimos, principalmente quando estiver começando a escrever. Faça este mesmo procedimento quando quiser destacar alguns trechos importantes. Conclua muito bem para mostrar que o assunto foi bem escolhido. Fazer com que o leitor lembre-se da ideia inicial é uma boa ideia para fechar um texto.

Objetividade – é importante que você se expresse com o máximo de conteúdo com o menor número possível de palavras. Por isso é importante você não repetir ideias, nem palavras. Não pense que incluir palavras só para aumentar o número de linhas será uma boa ideia, pois não será. Concentre-se apenas no que é importante para a redação. Se puder fazer uma pesquisa antes, será de grande valia.

Simplicidade – redação com palavras conhecidas e adequadas tornam a redação mais simples, e as frases curtas demonstram um bom domínio. Descreva as frases de modo que elas fiquem presas umas às outras, deixando organizadas as suas ideias. Cuidado para não mudar de assunto repentinamente. Leve o leitor a ler a sua dissertação de maneira leve.

Unidade – é preciso que o texto tenha uma unidade, por mais longo que ele seja. Isso significa que ele deve ter uma coesão, do começo ao final. Não pode perder de vista essa linha de raciocínio. Para que isso não aconteça, você deve prestar bastante atenção no que está escrevendo, a fim de que você não fuja do assunto. Tire aqueles comentários desnecessários. Mantenha uma ordem, com introdução, argumentação e conclusão do tema.


Veja também:

Leia também! Assuntos relevantes