Unidades de Concentração das Soluções


 Compartilhar no facebook
 Compartilhar no twitter


Unidades de Concentração das Soluções

Concentração Comum (C) ou Concentração massa/volume: é a razão estabelecida entre a massa do soluto (m1) e o volume da solução (V);

Geralmente: soluto (g) e solvente em (L), logo: C=g/L


Unidade: g/L

Obs.: kL - hL - daL - L - dL - cL - mL (nova representação para os múltiplos e submúltiplos do litro (L))



Título em Massa (T) ou concentração massa/massa: é a razão estabelecida entre a massa do soluto (m1) e a massa da solução (m), ambas na mesma unidade (geralmente em gramas);


Obs.: 0 < T < 1

Obs.: Título percentual (T%): T% = Tx100

Obs.: O título não possui unidade

Obs.: Para soluções onde a concentração é muito pequena, ou seja, para soluções muito diluídas, a concentração costuma ser expressa em partes por milhão ou ppm:




Título em Volume (Tv) ou concentração volume/volume: é a razão estabelecida entre volume do soluto (V1) e o volume da solução (V), ambos na mesma unidade;


Obs.: 0 < Tv < 1

Obs.: Título percentual (Tv%): Tv% = Tv x 100

Obs.: Para soluções onde a concentração é muito pequena, ou seja, para soluções muito diluídas, a concentração costuma ser expressa em partes por milhão ou ppm:

Obs.: 1cm3 = 1mL; 1dm3 = 1L; 1000L = 1m3;

Obs.: O título em volume não possui unidade



Densidade absoluta (d): é a razão estabelecida entre a massa da solução (m) e o volume (V) dessa solução;


Unidade: g/mL = g/cm3; g/L = g/m3;

Obs.: para se passar de g/mL para g/L (multiplica-se a densidade por 1000) e para se passar de g/L para g/mL (divide-se a densidade por 1000)

Obs.: volume e densidade devem estar nas mesmas unidades;

Obs.: Como a densidade da água é igual a 1g/mL temos: 1 mL de água = 1g de água; 1L de água é igual a 1Kg de água...Cuidado essas relações só são válidas para a água devido a sua densidade ser igual a 1g/mL.



Fração molar ou concentração em quantidade de matéria/quantidade de matéria:

Fração Molar do Soluto (x1):
é a razão estabelecida entre o número de mols de moléculas do soluto (n1) e o número de mols de moléculas da solução (n).


Fração Molar do Solvente (x2): é a razão estabelecida entre o número de mols de moléculas do solvente (n2) e o número de mols de moléculas da solução (n).


Obs.: x1 + x2 = 1

Obs.: A Fração molar não possui unidade



Concentração Molar ou Molaridade (M) ou Concentração em quantidade de matéria/volume ou concentração mol/L: é a razão estabelecida entre o número de mols de moléculas do soluto (n1) e o volume da solução (V), em litros;


Obs.: Número de mols do soluto (n1) é a razão entre a massa do soluto (m1) e a massa molar desse soluto (M1).

Unidade: mol/L ou M ou molar escritas após o valor numérico da concentração;

Obs.: Cuidado com os vários tipos de "m" usados até aqui!!! Revisando:

m1 = massa do soluto

m2 = massa do solvente

m = massa da solução

M1 = massa molar do soluto

M = molaridade

Obs.: tudo que possui o índice "1" refere-se ao soluto, tudo que possui o índice "2" refere-se ao solvente e tudo que não possui índice refere-se a solução, assim temos:

n1 = número de mols de moléculas do soluto

n2 = número de mols de moléculas do solvente

n = número de mols de moléculas da solução

C= concentração comum da solução



Concentração Molal ou concentração quantidade de matéria/massa (W): é a razão estabelecida entre o número de mols de moléculas do soluto e a massa, em quilogramas, do solvente;


Unidade: mol/kg ou molal

Obs.: Numa solução aquosa diluída, 1L de solução contém aproximadamente 1L de água, ou seja, 1Kg de água. Dessa forma o número de mols de soluto por litro de solução (molaridade) é aproximadamente igual ao número de mols do soluto por quilograma de água (molalidade).



Fonte:
http://www.netvestibulando.hpg.ig.com.br/quiconcentracaodassolucoes.htm




Leia também! Assuntos relevantes.

Metais Alcalinos
METAIS ALCALINOS (Lítio-Li, Sódio-Na, Potássio-K, Rubídio-Rb, Césio-Cs e Frâncio-Fr) OCORRÊNCIA E ABUNDÂNCIA Os elementos químicos deste grupo (...

O que é Ozônio
O ozônio (O3) é um gás instável, diamagnético, com PE -112oC. É uma forma alotrópica do oxigênio, constituído por 3 átomos unidos por ligações simple...

A importância da fermentação
A fermentação é um processo que gera energia e acontece sem a necessidade do oxigênio. Isso significa que a fermentação é um processo de produção de e...

Ligação Iônica
Em química, chamamos de Ligação Iônica o tipo de ligação entre elementos baseada na atração eletrostática entre dois íons carregados e de cargas opost...

Manganésio
Os compostos de manganésio eram já utilizados na Antiguidade, sendo no entanto difícil afirmar quando se começaram a usar, uma vez que eram confundido...

Cristal Líquido
Os cristais líquidos são substâncias que se podem apresentar num estado físico diferente dos três estados mais comuns (sólido, líquido e gasoso). Este...

Composição da Matéria Viva
- Possui características muito especiais, se comparada à matéria inanimada; - Possui muitas características em comum, se comparada entre si, anima...

Forças Intermoleculares
Os compostos covalentes são formados por extensas cadeias, o que explicaria o estado sólido pelo tamanho e massa das moléculas: é o caso do diamante, ...

Bico de Bunsen
O Bico de Bunsen é um aparelho utilizado na esterilização de pequenos objetos e no aquecimento de substâncias químicas. Este dispositivo está presente...

Friedrich Wöhler (1800-1882)
Químico alemão, Wöhler nasceu em Eschersheim em 1800, vindo a falecer em Goettingen em 1882. Foi professor da Universidade de Goettingen. Conseguiu...

Fale Conosco | Feed / RSS | Google + | Twitter |

Novos assuntos sobre educação no seu e-mail

Site destinado a educação, estudos, informação e pesquisa escolar. Não incentivamos a prática de trabalhos escolares prontos.

Somos um veículo de comunicação. Não compactuamos com nenhuma opinião sobre nenhum tema.

Cópia ou reprodução de conteúdo somente se citada a fonte.

© 2015 - Grupo Escolar - Todos direitos reservados