Unidades de Concentração das Soluções


 Compartilhar no facebook
 Compartilhar no twitter


Unidades de Concentração das Soluções

Concentração Comum (C) ou Concentração massa/volume: é a razão estabelecida entre a massa do soluto (m1) e o volume da solução (V);

Geralmente: soluto (g) e solvente em (L), logo: C=g/L


Unidade: g/L

Obs.: kL - hL - daL - L - dL - cL - mL (nova representação para os múltiplos e submúltiplos do litro (L))



Título em Massa (T) ou concentração massa/massa: é a razão estabelecida entre a massa do soluto (m1) e a massa da solução (m), ambas na mesma unidade (geralmente em gramas);


Obs.: 0 < T < 1

Obs.: Título percentual (T%): T% = Tx100

Obs.: O título não possui unidade

Obs.: Para soluções onde a concentração é muito pequena, ou seja, para soluções muito diluídas, a concentração costuma ser expressa em partes por milhão ou ppm:




Título em Volume (Tv) ou concentração volume/volume: é a razão estabelecida entre volume do soluto (V1) e o volume da solução (V), ambos na mesma unidade;


Obs.: 0 < Tv < 1

Obs.: Título percentual (Tv%): Tv% = Tv x 100

Obs.: Para soluções onde a concentração é muito pequena, ou seja, para soluções muito diluídas, a concentração costuma ser expressa em partes por milhão ou ppm:

Obs.: 1cm3 = 1mL; 1dm3 = 1L; 1000L = 1m3;

Obs.: O título em volume não possui unidade



Densidade absoluta (d): é a razão estabelecida entre a massa da solução (m) e o volume (V) dessa solução;


Unidade: g/mL = g/cm3; g/L = g/m3;

Obs.: para se passar de g/mL para g/L (multiplica-se a densidade por 1000) e para se passar de g/L para g/mL (divide-se a densidade por 1000)

Obs.: volume e densidade devem estar nas mesmas unidades;

Obs.: Como a densidade da água é igual a 1g/mL temos: 1 mL de água = 1g de água; 1L de água é igual a 1Kg de água...Cuidado essas relações só são válidas para a água devido a sua densidade ser igual a 1g/mL.



Fração molar ou concentração em quantidade de matéria/quantidade de matéria:

Fração Molar do Soluto (x1):
é a razão estabelecida entre o número de mols de moléculas do soluto (n1) e o número de mols de moléculas da solução (n).


Fração Molar do Solvente (x2): é a razão estabelecida entre o número de mols de moléculas do solvente (n2) e o número de mols de moléculas da solução (n).


Obs.: x1 + x2 = 1

Obs.: A Fração molar não possui unidade



Concentração Molar ou Molaridade (M) ou Concentração em quantidade de matéria/volume ou concentração mol/L: é a razão estabelecida entre o número de mols de moléculas do soluto (n1) e o volume da solução (V), em litros;


Obs.: Número de mols do soluto (n1) é a razão entre a massa do soluto (m1) e a massa molar desse soluto (M1).

Unidade: mol/L ou M ou molar escritas após o valor numérico da concentração;

Obs.: Cuidado com os vários tipos de "m" usados até aqui!!! Revisando:

m1 = massa do soluto

m2 = massa do solvente

m = massa da solução

M1 = massa molar do soluto

M = molaridade

Obs.: tudo que possui o índice "1" refere-se ao soluto, tudo que possui o índice "2" refere-se ao solvente e tudo que não possui índice refere-se a solução, assim temos:

n1 = número de mols de moléculas do soluto

n2 = número de mols de moléculas do solvente

n = número de mols de moléculas da solução

C= concentração comum da solução



Concentração Molal ou concentração quantidade de matéria/massa (W): é a razão estabelecida entre o número de mols de moléculas do soluto e a massa, em quilogramas, do solvente;


Unidade: mol/kg ou molal

Obs.: Numa solução aquosa diluída, 1L de solução contém aproximadamente 1L de água, ou seja, 1Kg de água. Dessa forma o número de mols de soluto por litro de solução (molaridade) é aproximadamente igual ao número de mols do soluto por quilograma de água (molalidade).



Fonte:
http://www.netvestibulando.hpg.ig.com.br/quiconcentracaodassolucoes.htm




Leia também! Assuntos relevantes.

A utilização dos games no ensino de química
Uma proposta lúdica para a avaliação no ensino de química – A utilização dos (games). A educação, assim como a tecnologia, está passando por mudança...

Corrosão
Chama-se corrosão um conjunto de fenômenos de deterioração progressiva do metais em consequência de reações químicas ou eletroquímicas entre o metal e...

Nitrogênio
O nitrogênio é o mais importante constituinte do ar atmosférico, pelo menos, no que diz respeito à quantidade, pois ele está em uma quantidade corresp...

Ferro
O nome "ferro" deriva do latim "ferrum", enquanto o anglo-saxónico "iron" tem origem no escandinavo "iarn". Muitas histórias fabulosas se contaram...

Distribuição Eletrônica
CAMADA DE VALÊNCIA - Corresponde a última camada com elétrons de um átomo. ELÉTRON DIFERENCIAL - É o último elétron a entrar no subnível mais en...

Como o Ozônio é produzido
É produzido naturalmente na estrastosfera pela ação fotoquímica dos raios ultravioleta sobre as moléculas de oxigênio. Esses raios são suficientemente...

Leis das Transformações Químicas
A observação de muitas reações químicas ao longo do tempo revelou um certo número de consistências conhecidas por leis das transformações químicas. A...

Hidrogênio
O hidrogênio é mais um elemento que faz parte dos compostos orgânicos formadores da maioria dos organismos vivos. Ele também é muito importante para ...

Especializações em Química
QUÍMICA - Ciência que estuda os materiais existentes na natureza, suas propriedades e alterações. Analisa as substâncias presentes nesses materiais, d...

Experiências com Óxidos
Existem várias experiências simples envolvendo óxidos que podem ser realizadas e demonstradas aos alunos em sala de aula. Aqui, vamos apresentar dois ...

Fale Conosco | Feed / RSS | Google + | Twitter |

Novos assuntos sobre educação no seu e-mail

Site destinado a educação, estudos, informação e pesquisa escolar. Não incentivamos a prática de trabalhos escolares prontos.

Somos um veículo de comunicação. Não compactuamos com nenhuma opinião sobre nenhum tema.

Cópia ou reprodução de conteúdo somente se citada a fonte.

© 2016 - Grupo Escolar - Todos direitos reservados