Separação do Estado do Pará

Separação do Estado do Pará

Por

O Estado do Pará é a segunda maior unidade federativa do país com cerca de 1,24 milhão de quilômetros quadrados. O fato de a área ser grande fez com que políticos a considerassem ingovernável.

Por isso, surgiu a proposta de dividir o Pará. Um plebiscito sobre o desmembramento do Estado foi aprovado por parlamentares.

O objetivo é propor a divisão do Pará em três estados, a partir da criação de Carajás e Tapajós.

Na divisão do Estado, Tapajós seria o maior das três regiões, com 58% da atual área do Pará, 27 municípios e 1,3 milhão de habitantes. Carajás ficaria com as porções sul e sudeste do Pará e teria 39 municípios e 1,6 milhão de habitantes.

Ao Pará restariam 86 municípios e 4,6 milhões de habitantes.

Se aprovada a divisão, a criação dos estados implicaria na instituição de mais duas estruturas governamentais no Brasil, o que implicaria o aumento de gastos públicos.

Estimativas preliminares apontam que a divisão do Pará custaria R$ 3 bilhões aos cofres públicos.

Juliana Miranda do GrupoEscolar.com

Leia também! Assuntos relevantes