Resíduos Sólidos

Resíduos Sólidos

Por

Os resíduos sólidos se tornaram uma grande preocupação para a sociedade e, por isso mesmo, foram criados mecanismos para determinar a correta destinação de cada tipo de resíduo. No Brasil, por exemplo, para proteger o meio ambiente, foi aprovada a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), que passou por 21 anos de discussões no Congresso Nacional.

Com essa lei, União, Estados e Municípios têm o dever de buscar soluções para lidar com os problemas dos resíduos sólidos. Essa gestão é fundamental para manter a qualidade de vida dos brasileiros.

Hoje, a sociedade, os governos e o setor privado precisam se preocupar com os resíduos gerados a partir de diversos tipos de processos. O gerenciamento ambiental dos resíduos sólidos é responsabilidade de todos nós!

Quando destinados corretamente, alguns resíduos sólidos podem voltar a ter valor comercial e dar origem a novas matérias-primas.


Lixo Urbano

O lixo urbano é todo resíduo que surge a partir da atividade doméstica e comercial nos centros urbanos. Os principais tipos de lixo urbano são os restos de comida (matéria orgânica), o papel e o papelão, o plástico, garrafas, frascos, embalagens, o vidro, as latas, o lixo eletrônico de eletrodomésticos, entre outros.

Pesquisas apontam que cada ser humano produz, em média, 1,3 kg de resíduo sólido por dia. No Brasil, são geradas cerca de 198 mil toneladas por dia de resíduos.


Riscos do Resíduo Sólido

O acúmulo de resíduos sólidos no ambiente pode ser altamente perigoso para a saúde humana, além de comprometer a natureza, os animais e as plantas. Esse lixo pode contaminar o solo, as fontes de água e até os lençóis freáticos.


Coleta Seletiva

Os resíduos sólidos precisam passar pela coleta seletiva, que separa corretamente cada tipo de lixo, de acordo com sua destinação. Esses resíduos podem ir parar em unidades de reciclagem para serem reaproveitados.

É importante que cada cidadão faça a separação de materiais recicláveis em sua residência, descartando os itens não orgânicos de maneira consciente.


Classificação do Lixo

Lixo Domiciliar – Produzido nas atividades residenciais. São restos de alimentos, produtos, papéis, jornais, revistas, embalagens, etc.

Lixo Comercial – Gerado nos segmentos do setor comercial e de serviços, como supermercados, lojas, bares, restaurantes, aeroportos, terminais rodoviários e ferroviários.

Lixo Industrial – Produzido nas atividades da indústria, como cinzas, resíduos alcalinos, plásticos, metais, vidros, madeira, entre ouros.

Lixo Hospitalar – Produzido a partir dos Serviços de Saúde em hospitais, clínicas, laboratórios, ambulatórios, consultórios odontológicos, farmácias, clínicas veterinárias, etc.

Lixo Público – Resultado da varrição de vias públicas, repartições, limpeza de áreas abertas e córregos.

Lixo Radioativo – Composto por rejeitos radioativos, como o urânio enriquecido.

Lixo Espacial – Formado por objetos lançados ao espaço, como os satélites.

Lixo Agrícola – Composto por resíduos das atividades agrícolas e pecuárias, como fertilizantes e adubos.

Leia também! Assuntos relevantes