Ptolomeu

Por

Ptolomeu nasceu no Egito quando este estava sob o domínio dos gregos. É um dos maiores astrônomos, geógrafos e cientista de seu tempo, um dos últimos alcunhados de: cientistas do mundo helenístico. Seus estudos possuem valores imprescindíveis para a humanidade até os dias de hoje, alguns até mais importantes que os de Galileu e Copérnico.

Mas, Ptolomeu tinha um primeiro nome, Cláudio ou Claudius, que indica sua origem romana, entretanto, não existem registros realmente incontestáveis deste celebre cientista, tudo que se sabe com certeza é do período em que trabalhou em Alexandria, período importante para suas observações astronômicas que compreende de 120 e 160 A.C.

Ptolomeu não estudou apenas astronomia, como também, física, geografia e matemática, o que lhe permitiu resumir as obras de seus predecessores. Utilizando a grande síntese de Aristóteles, criou o sistema cosmológico que é comumente citado como “Almagesto” que provém da tradução do árabe. Nesta obra, segundo Ptolomeu, a Terra é o centro do universo e os demais planetas giram em torno dela, também vale citar o calculo sobre a distância do sol e a dimensão da lua. Para os católicos, isso era um absurdo, até Copérnico mudar a história em 1543.

Ptolomeu também foi brilhante com números e cálculos, desenvolveu trabalhos extremamente importantes, entretanto, muitos acabaram se perdendo, porém, não caíram no esquecimento como por exemplo, sobre a dimensão, na qual o cientista tenta provar que só pode existir espaço tridimensional, em que defende a projeção ortogonal das esferas em três planos, propondo assim uma nova demonstração das paralelas de Euclides.

Conhecido também como Cláudio Ptolemeu, Ptolemeu ou Ptolomeu também foi o responsável pela projeção técnica dos mapas, ou seja, representar as superfícies curvas no mapa plano, com suas listas de lugares e coordenadas e até mesmo habitantes. Este estudo compreendia a metade do segundo século o qual era de conhecimento romano, estendia-se do Oceano Atlântico a China e do Mar Báltico à Africa Central.

Os lugares mais conhecidos e importantes foram definidos em longitude e lagitude, o que ajudou na criação dos mapas do ecúmeno, palavra muito utilizada pelos gregos que significava: mundo conhecido.

O lado astrônomo de Ptolomeu foi retratado no Tetrabiblos, livro em quatro volumes em que o cientista insistia em um tipo de religião sideral que misturava astrologia, crendices tradicionais e superstições.

Os dados que Ptolomeu usava eram baseados no conhecimento que possuía na época e baseados nas referências de mercadores e viajantes e nos materiais coletados pelos geógrafos que o antecederam, nomes como:

Marino de Tiro (70-130). Ptolomeu utilizava-se de dados inexatos e errados devido as dificuldades de sua época, um de seus maiores erros foi o calculo incorreto do planeta Terra, calculou sobre as informações de Posidônio de Apaméia (-135/51) em vez de utilizar de Eratóstenes (-285/194) um cálculo mais apurado.

Leia também! Assuntos relevantes