Padre José de Anchieta

Padre José de Anchieta

Por

Padre José de Anchieta foi um religioso, nascido na ilha de Tenerife, no dia 19 de março de 1534. O religioso iniciou seus estudos em Coimbra quando tinha 14 anos de idade. Ele estudou no Colégio de Artes, focando filosofia e literatura.

Aos 17 anos entrou para a Companhia de Jesus, ordem religiosa fundada por Inácio de Loyola em 1539. Depois de concluir o noviciado, Padre José de Anchieta fez votos como jesuíta.

O religioso veio para o Brasil com a esquadra de Duarte da Costa e participou da fundação do Colégio da Vila de São Paulo de Piratininga, localidade que seria a cidade de São Paulo.

Entre 1577 a 1587, Padre José de Anchieta se dedicou a catequizar os indígenas e a escrever cartas, sermões e poesias. O padre aprendeu a língua Tupi, idioma dos nativos que viviam na costa brasileira.

Com objetivos de evangelização, Padre José de Anchieta trabalhou com o Teatro Jesuítico. Ele foi responsável pelas primeiras manifestações literárias do Brasil.

Suas principais obras foram: De Gestis Mendi de Saa, Poema da Bem-aventurada Virgem Maria, Mãe de Deus, Teatro de Anchieta e Cartas de Anchieta. A coleção de Obras Completas do padre conta com um total de 17 volumes.

José de Anchieta faleceu no dia 9 de junho de 1597, na cidade de Reritiba, na Capitania do Espírito Santo. Como homenagem póstuma, o padre ficou conhecido como “apóstolo do Novo Mundo” e “curador de almas e corpos”.

Em 1980, José de Anchieta foi beatificado pelo papa João Paulo II.

Leia também! Assuntos relevantes