Luz Policromática

Luz Policromática

Por

Na física estudamos o conceito de luz policromática, que é aquela composta por uma combinação de duas ou mais cores monocromáticas. Um bom exemplo disso é a luz branca das lâmpadas residenciais comuns.

É possível decompor a luz policromática com a ajuda de prisma. Dessa forma, a luz policromática se transforma em mais de um tipo de luz monocromática. O branco é a principal cor policromática que existe, pois ela é a união de todas as cores existentes.

Cores como o vermelho, o laranja, o amarelo, o verde, o azul, o anil e violeta são consideradas monocromáticas. Podemos dizer ainda que a Luz Policromática é a luz que apresenta uma larga combinação de comprimentos de onda.

Exemplos de luzes policromáticas são: a luz do sol e a lâmpada doméstica. A tecnologia do microscópio petrográfico utiliza uma fonte de luz policromática, que é obtida por meio de uma lâmpada com filamento de tungstênio, de cor amarelada, adicionada de um filtro azul. Dessa forma, essa luz se torna branca.

O emprego de luz policromática no microscópio permite a realização do fenômeno da dispersão dos índices de refração nos minerais. Em contrapartida, a luz monocromática é usada em medições ópticas de precisão.