Dor de cabeça - Cefaléia tensional

A dor de cabeça conhecida como Cefaleia Tensional se manifesta a partir de uma tensão gerada nos grupos musculares de regiões como ombros, pescoço, couro cabeludo e face. Segundo os médicos, este é um dos tipos de dor cabeça mais comuns que existem e atinge muitas pessoas, prejudicando suas rotinas e projetos.

Existem dois tipos de dor de cabeça tensional, um que acontece de forma episódica e outro que se manifesta de maneira crônica. A dor de cabeça tensional episódica é moderada, não incapacita o paciente e é muito comum na vida das pessoas. Já a dor de cabeça tensional crônica é aquela dor que se manifesta com regularidade, se fazendo presente em, pelo menos, 15 dias do mês.

Esta dor de cabeça não é tão insuportável, pois tem como característica um incômodo moderado. O grande problema é quando ela começa a se tornar frequente, atrapalhando as atividades profissionais e sociais dos pacientes.

Estatísticas indicam que a cefaleia tensional episódica atinge cerca de 87% da população. Alguns estudos comprovaram que a prevalência desse tipo de dor é maior nas mulheres, afetando a vida de 84% da população feminina. Já a dor de cabeça tensional crônica é mais rara e acomete apenas 3% da população adulta.


Como reconhecer a cefaleia tensional?

O ideal é que o paciente procure um médico se estiver vivendo episódios regulares de dor de cabeça. Contudo, os primeiros sinais da cefaleia tensional podem ser percebidos facilmente pelo paciente. Essa dor se manifesta com uma sensação de pressão na cabeça, como se a pessoa estivesse usando um capacete apertado. Além disso, essa dor tensional é mais comum na fronte, na nuca e no topo da cabeça.

Para diferenciar esta dor de outros tipos de dores de cabeça, basta analisar a intensidade do incômodo. Se a dor for considerada leve ou moderada, ela pode ser classificada como cefaleia tensional. Normalmente, é uma dor que não impede a pessoa de cumprir com seus deveres e atividades diárias.

Uma forma de melhorar esse tipo de dor de cabeça tensional é com a prática de exercícios físicos e com atividades relaxantes, como massagens e meditação. A cefaleia do tipo tensional é considerada uma cefaleia primária, com crises de dor fracas, curtas e suportáveis.

Em alguns casos, a cefaleia tensional pode ser causada por má postura, estresse, ansiedade e insônia. Massagens no couro cabeludo e banhos quentes ajudam a amenizar a dor de cabeça.

O tratamento com medicamentos só pode ser recomendado pelo médico especialista. Nunca faça a automedicação com analgésicos!

Evite momentos de estresse físico e emocional que possam causar dores de cabeça.

Leia também! Assuntos relevantes