Sintaxe

A área de estudo da Gramática que se ocupa da relação de sentido lógico das palavras em um período, assim como a posição que as palavras ocupam, é chamada de Sintaxe.

A Sintaxe é formada por uma série de regras que definem a forma correta para que as palavras sejam associadas em um enunciado. A combinação de palavras depende de diversas regras e possibilidades na Língua Portuguesa e em outros idiomas também.

Muitas vezes, as regras são confundidas com a própria sintaxe, já que sua função é justamente criar uma estruturação das unidades da língua, conhecidas como sintagmas.

As sentenças só podem ser formadas de maneira combinada através de uma ordem lógica que precisa ser composta por regras. Ou seja, quando verbo e sujeito estão interagindo, as regras e a Sintaxe existem para que a posição destes agentes no enunciado seja respeitada com o objetivo de a mensagem fazer sentido para o receptor.

Assim, se você está estudando a Sintaxe da Língua Portuguesa, precisa se preocupar com as regras e, mesmo que elas existam, a língua ainda permite que as palavras sejam organizadas aleatoriamente. Veja nos exemplos:

No ano que vem, começarei um curso de idiomas.

Começarei um curso de idiomas no ano que vem.

Um curso de idiomas, começarei no ano que vem.

O sentido permanece o mesmo nos períodos acima, embora as palavras estejam organizadas de forma diferente. O interlocutor consegue compreender a mensagem, pois, mesmo escrita de maneira distinta nos três casos acima, as regras de Sintaxe foram respeitadas.

Os sintagmas foram todos estruturados para que não houvesse nenhum problema de sentido nessas combinações usadas nos exemplos. Por isso, o enunciado permanece com sentido completo. O mesmo não ocorre no exemplo abaixo:

Começarei que vem ano idiomas curso um no.

Agora, com o exemplo acima, fica mais fácil de entender a importância da Sintaxe na Língua Portuguesa, como ela é necessária para que consigamos elaborar corretamente os enunciados.

Como falantes da Língua Portuguesa, somos capazes de reconhecer todas as palavras do enunciado, mas concluímos que a ordem como estão dispostas não produz sentido completo. Com o exemplo acima, é possível verificar como a sintaxe determina as possibilidades de associação das palavras da língua para a formação de enunciados.

A função da Sintaxe é regular a organização de palavras, para que os falantes do idioma e para quem está aprendendo o português consiga preparar sequências através das relações sintáticas e das funções sintáticas.

As relações sintáticas tratam exatamente da maneira com a qual uma palavra se relaciona com a outra no período. O exemplo mais compreensível seria da relação entre sujeito e verbo. Veja:

Eu – quem realiza a ação

Começarei – representa a ação sendo realizada

Já as funções sintáticas estão relacionadas com cada função que um elemento tem no enunciado, já que cada sintagma possui uma função específica dentro dessa organização das palavras para que a mensagem seja transmitida de maneira eficiente. Veja:

Eu – Sujeito

Começarei – Verbo

Um curso – Objeto

Essas são as funções sintáticas destes sintagmas na oração.

Sintaxe



Por

Compartilhe