Primeiro Reinado e Regência - Brasil Império

A história imperial do Brasil teve alguns momentos bem marcantes e importantes. O Brasil Império e o Período Regencial foram dois destes momentos. Entenda como foram estes períodos e conheça alguns fatos relevantes que marcaram essas duas épocas.

O Brasil Império começou com o Primeiro Reinado, que se estendeu de 1822 a 1831. Já o Período Regencial aconteceu de 1831 a 1840. Saiba mais!


Como foi o Primeiro Reinado?

O Primeiro Reinado começou em 1822. Foi o período no qual Dom Pedro I se tornou imperador do Brasil. Essa fase ocorreu após a separação de Brasil e Portugal e se estendeu até o ano de 1831.

Brasil Império Dom Pedro I

O Primeiro Reinado foi marcado pela criação da Constituição de 1824. Nesta época, Dom Pedro I assumiu uma tendência autoritária para seu governo. O imperador ordenou a dissolução da Assembleia Constituinte e passou a exercer um controle mais rígido do país.

Ao mesmo tempo, Dom Pedro I viu crescerem os movimentos de resistência armada contra o império, os chamados movimentos separatistas, como, por exemplo, a Confederação do Equador, que aconteceu no nordeste, envolvendo Rio Grande do Norte, Ceará, Paraíba e Pernambuco; e a Revolução Farroupilha, movimento republicano que aconteceu na região sul do país.

Extensão da Confederação do Equador e sua bandeira, história do Brasil

O Primeiro Reinado também ficou marcado pela derrota na Guerra da Cisplatina, na qual o Brasil perdeu terras que deram origem ao Uruguai. Os movimentos desestabilizaram o império e fizeram com que Dom Pedro I perdesse parte da sua base política, criando uma situação insustentável, que o forçou a abdicar do trono, dando origem ao Período Regencial.


Como foi o Período Regencial?

Depois que Dom Pedro I abdicou ao trono, teve início o Período Regencial, em 1831. Este momento histórico foi marcado pela espera até que Dom Pedro II, o príncipe herdeiro, atingisse a maioridade para que pudesse assumir o trono. Foi, portanto, um governo provisório.

O Período Regencial durou de 1831 até 1840. Foi um momento histórico também marcado por diversas revoltas armadas e conflitos políticos nas províncias, como, por exemplo, a Balaiada, a Cabanagem e a Sabinada, que ocorreram nas regiões norte e nordeste do Brasil.

O governo regencial foi dividido em três fases: a Regência Trina Provisória, que contou com Lima e Silva, Senador Vergueiro e o Marquês de Caravelas, durando de 1831 a 1835; a Regência Trina Provisória de Diogo Antônio Feijó, que durou de 1835 a 1837; e, por fim, a Regência sob o comando de Araújo Lima, que se estendeu até o ano de 1840.

Para restabelecer a ordem no Império, o Senado foi obrigado a antecipar a maioridade de Dom Pedro II no ano de 1840. Assim, ele se tornou oficialmente imperador e deu início ao Segundo Reinado.