Formação do Fascismo na Itália

Principais etapas da Formação:

- Os italianos se sentiram traídos no acordo de paz da 1GM, mas como, eles foram chamados à guerra e foi lhes prometido no fim desta algumas terras, mas isso não aconteceu, e houve uma incontestação muito grande.

-1919 - É fundado o grupo do primeiro Partido Fascista, por Benito Mussolini.

-1920 - Eles começam a quebrar sedes de partidos de esquerda e perseguiam os opositores. Tudo isso tinha apoio de comerciantes, proprietários de terras e industriais(por causa dos comunistas, ok?)

- Em 26 de outubro de 1922 acontece a Marcha sobre Roma, que foi a tomada do poder da Itália por via militar, Vitor Emmanuel, o rei, e pressionado pela burguesia, não resistiu a pressão e colocou Mussolini como ministro. Depois os fascistas alcançaram a maioria das cadeiras do Parlamento, pela ascensão do povo.

- Em 03/01/1925 e 1936 foi adotado o sistema totalitário na Itália, que regia o seguinte: dissolvição de partidos de oposição, fechamento de jornais e censura de imprensa, ele criou Duce(senhor único da Itália), passou a governar mediantes a decretos, fazendo o Estado ser interventor e autoritário.

- 1929 - Acordo de Latrão, um acordo entre o Papa e Mussolini

-1935 - Invasão da Etiópia, Mussolini conquistou a Etiópia vingando-se da derrota sofrida em Ádua, cerca de 40 anos antes, ele ameaçava a estabilidade da região do rio Nilo, que era dominada pelos ingleses, ai houve bloqueio da Liga das Nações, declarando que a Itália era culpada pelo conflito A Liga das Nações foi criada no Tratado de Versalhes para evitar novas guerras, é como a ONU hoje, mas não tinha muita força.

-1936 - Fortalecimento do poder de Mussolini (DUCE), com o totalitarismo.

Esse texto foi escrito por Leonardo César Fraga de Sousa.
Gostaria de agradecer aos professores Edriano e Geraldo, ambos estudantes da UFMG.

Leia também! Assuntos relevantes