Animais Ovíparos

Animais ovíparos são os animais que nascem de um ovo. Diversas espécies são definidas nessa categoria. Animais ovíparos são aqueles animais cuja fecundação interna ou externa, as fêmeas liberam ovos dos seus corpos. Com isso, os embriões se desenvolvem no meio externo, dentro do ovo, onde, na maioria das vezes, já está fecundado e, até que verem filhotes, o processo ocorrerá todo fora do corpo da mãe.

Eles se alimentam através das reservas nutritivas presentes nesse sistema, até que eles cheguem ao momento de sair do ovo. Em grande parte desses casos, o ovo possui uma casca rígida, de forma que protege o embrião que está se desenvolvendo no interior de riscos externos. Importante salientar que a fecundação dos animais ovíparos pode ocorrer de forma interna ou externa.

A grande maioria dos animais ovíparos possui fecundação interna, ou seja, as fêmeas colocam os ovos já fecundados pelos machos.

Outra pequena parte tem a fecundação externa, ou seja, a fêmea deposita os ovos num determinado ambiente e o macho libera os espermatozoides em cima dos ovos.


Características dos animais ovíparos

Os animais ovíparos fazem parte da classificação dos animais, embora não tenham um grupo morfológico exclusivamente seu. Eles podem ser formados por animais vertebrados ou invertebrados, com diversas características diferentes. A diferença em relação às outras classificações é a forma como sua reprodução é feita.

eclosão de Ovos cobra, todas etapas

A grande maioria das fêmeas ovíparas bota os seus ovos já fecundados, situação que ocorre com muitas aves e insetos.
Nas espécies aquáticas, em sua maioria, é comum que a fecundação se dê de forma externa, fazendo com que os ovos que são expelidos pela fêmea recebam a fecundação fora do corpo da mãe. O lado ruim desse tipo de fecundação é que os ovos ficam desprotegidos, sendo alvos de ataques de predadores, o que ocasiona num número elevado de mortes.

Entretanto, existem algumas estratégias adotadas por algumas espécies de animais: o bacalhau, por exemplo, bota uma grande quantidade de ovos, abandonando-os à própria sorte. Já outras espécies, como as tartarugas, colocam os seus ovos uma região mais protegida, evitando que sejam encontrados por seus predadores.

A grande maioria das aves e algumas espécies de peixes e répteis têm por hábito depositar os seus ovos em ninhos e ficar vigiando-os durante todo o seu desenvolvimento. Quanto maior for a proteção dos seus pais, menor será o número de ovos que a fêmea depositará.


Exemplos de animais ovíparos

Para exemplificar o que foi dito no texto acima, alguns exemplos de animais ovíparos serão mostrados. Perceba que, independente da classe em que estão classificados, todos eles pertencem à mesma categoria.

Ovo de galinha todas as fases até o pintinho

Os animais ovíparos podem ser:
Pintinhos

  • Anfíbios, como a rã e o sapo;
  • Aracnídeos, como a aranha;
  • Aves, como a galinha, o canário, o pavão. Exemplos para ficar na memória, mas todas as aves são ovíparas;
  • Insetos, como a formiga, a barata e o gafanhoto;
  • Mamíferos, como a equidna e o ornitorrinco. Nesse caso, uma observação: apesar de serem considerados mamíferos, pois produzem leite e amamentam os seus filhotes, eles nascem do ovo;
  • Moluscos, como o caracol, lesma e polvo;
  • Peixes, como a beta, a tilápia e o caracu;
  • Répteis, como a cobra, a tartaruga marinha, o jacaré e o crocodilo.


Leia também:
Desenvolvimento ovíparos e vivíparos

Animais vivíparos

Leia também! Assuntos relevantes