Zamba

A Zamba é uma dança na qual os parceiros são soltos e independentes. O lenço tem um importante papel, já que é através dele que os bailarinos expressam estado de animo, sugestões e desejos.

O homem corteja a mulher com ternura e ela aceita, onde se curva. Logo após de conquista, chega o triunfo do varão, que o coroa pondo nele o lenço, como a abraçando.

Teve origem no Peru, filha direta do Fandango Espanhol, onde foi a preferida das raças índia e negra (zambo) e deve um de seus nomes a esse de que as coplas que se cantavam iam dirigidas as zambas.

Passando pelo Peru, Chile, Bolívia, Paraguai e Equador, chegou a Argentina por duas vias, passando do Chile aos salões de Mendonça e de Lima aos de Jujuy, Salta e Tucumán, entre 1825 e 1830. É conhecido por diversos nomes desde o original., Zamacueca até Zambacueca, Zambaclueca, Chilena, Marinera, sendo todas denominações regionais de uma forma musical coreográfica comum com leves variações captadas do ambiente.

As regiões onde é mais intensa sua prática são as províncias do norte e oeste, sobre todo Santiago Del Estero. Se dança também na província de Buenos Aires e parte do litoral, mas é no norte aonde se tem conservado com mais cuidado, sendo uma das danças com maior vitalidade na prática popular.

Leia também! Assuntos relevantes